Feudalismo, o antecessor do capitalismo: entendendo os compêndios culturais, econômicos e sociais do feudalismo e suas importâncias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2669 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



































































SUMÁRIO

DEFINIÇÕES DOS CONCEITOS HISTÓRICOS 3

1 INTRODUÇÃO 5

2 DESENVOLVIMENTO 6
2.1 Trabalho servil 6
2.1.1 Importância Documental 6
2.1.1.1 Filosofia dos Annales e Marx 7
2.1.1.1.1 Visão antropológica e Sociologica 8

3 CONCLUSÃO 9REFERÊNCIAS 10





























DEFINIÇÕES DOS CONCEITOS HISTÓRICOS

- História: Diretamente do grego História significa, ao pé da letra, pesquisa ou conhecimento por meio da busca, da investigação, do revistar ou examinar. História é uma ciência, também tirocínio, que contém a sucessão de fatos ou eventos ocorridos no passado.
-Tempo: Muito dificilmente chegar-se-á a uma definição finita sobre este conceito. No entanto, para a Ciência da História, Tempo é o momento em que os fatos acontecem, ou aconteceram. A contagem, para própria organização e definição dos tais fatos.
- Documento: É toda a fonte de registro palpável capaz de comprovar um fato. Por meio deles, o historiador tem a bagagem, geralmente,necessária para fins de sua pesquisa. Naturalmente, os documentos (sendo eles fotografias, certidões, mapas ou qualquer fonte concreta), são exatos e capazes de elaborar a História contada como verdadeira.
- Monumento: É uma construção fundada por marcos importantes, comemorativos ou fins de homenagens para figuras marcantes e ilustres. Estas estruturas também têm seu lado artístico, eturístico para as cidades.


- Escola dos Annales: Foi uma evolução historiográfica objetiva, com a proposta de uma nova forma de fazer história. Responsável ainda por aplicar Sociologia dentro da Historiografia, e reformular o modo de pesquisa, os documentos necessários e conceitos mais analíticos, exigentes quanto à verdade na Ciência Histórica.
- Nova Esquerda Inglesa: ANova Esquerda Inglesa surgiu em 1956, com historiadores britânicos vinculados ao Partido Comunista Inglês, que, descontentes com o regime stalinista, romperam com o partido e acabaram por influenciar fortemente a historiografia britânica. Desse movimento participaram Raymond Williams (1921-1988), Eric Hobsbawn (1917- ), Cristopher Hill (1912-2003), Perry Anderson (1928- ), Maurice Dobb (1900-1976)e Edward P. Thompson (1923-1993), entre outros.
- Contexto Histórico: É apenas a fase, o momento de determinada época, sob diversos aspectos. O encadeamento de fatos que descrimina a época, possibilitando fazer estudos futuros mais ou menos precisos.
- Circularidade Cultural: Segundo Ginzburg, trata-se da comunicabilidade entre as culturas. Sobretudo, das classesdominantes e das classes subalternas. Essa comunicação se dava de forma dialógica, com influência recíproca.


- Anacronismo: trata-se da errônea interpretação de texto dentro de uma época, ou seja, tempo errado. Pode encontrar-se em qualquer registro histórico pertencente a um tempo e retratando outro. Diz-se do fato demonstrado errado perante a época e o tempo que acontecem.- Etnocentrismo: baseia-se no conceito discriminativo de um indivíduo que, por cargas culturais diferentes, maior poder financeiro, ou altitude social, acha-se melhor ou mais conceituado do que outro indivíduo. Todavia, passa a ser uma visão preconceituosa por diferentes caráteres culturais.
- Relativismo: honrosamente ao próprio nome, o relativismo vem a ser o ensino de que seé relativo, contrariando a ideia exata e imutável pela doutrina de que verdades, sejam da origem que forem, podem divergir, mudar, transformar-se conforme os tempos , lugares ou até mesmo indivíduos de cada lugar.
- Identidade: vem a ser o mais próximo de diferenciação entre as entidades, humanas ou não. Tendo como principal característica, analisar as diferenças somadas para a...
tracking img