Feridas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5965 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


Cuidar de feridas é um processo dinâmico, complexo e que requer uma atenção especial principalmente quando se refere a uma lesão crônica. Deve-se levar em consideração que as feridas crônicas evoluem rapidamente, são refratárias a diversos tipos de tratamentos e decorrem de condições predisponentes que impossibilitam a normal cicatrização (CANDIDO, 2001)O enfermeiro deve ter uma visão ampla no que se refere ao tratamento de uma ferida crônica. De acordo com Cândido (2001) papel desse profissional não se resume a apenas execução dos curativos prescritos pelo médico. O profissional de enfermagem preenche uma lacuna importante no tratamento de feridas; sua figura e preponderante. É ele um executa o curativo diariamente e está em maiorcontato com o paciente. Por essa razão, em muitos aspectos sua ação se sobreporá à dos outros componentes da equipe.
O tratamento de feridas vem sendo tema destacado em diversos setores profissionais da área de saúde no mundo todo. É uma prática milenar que, nos primórdios da civilização estava intimamente ligada a costumes e hábitos populares e, com o desenrolar da história e dodesenvolvimento tecnológico, conquistou seu merecido cunho científico. O que vivenciamos nos dias de hoje, de forma crescente, são profissionais, instituições e industriais, se empenho e buscando a excelência para proporcionar a portador de lesões em especial aquelas de caráter crônico, um tratamento eficaz, em curto prazo que possam trazer maior conforte o breve retorno à normalidade de sua vida(MARIA, AUN, 2004).
Dentro deste contexto, importante torna-se o enfermeiro realizar a sistematização da assistência de enfermagem a pacientes com feridas crônicas, contribuindo assim para uma assistência qualificada, facilitando assim, a recuperação do paciente.


OBJETIVOS




Através da pesquisa bibliográfica será desenvolvida à sistematização daassistência d enfermagem a pacientes portadores de feridas crônicas.




• Identificar as lesões cutâneas diferenciando as feridas agudas das crônicas
• Elencar os diagnósticos de enfermagem a pacientes com feridas crônicas
• Constituir um plano assistencial de enfermagem para pacientes com ferida crônica.


REFERENCIAL TEÓRICO


Segundo o autor o tratamentodas feridas vem evoluindo desde 3000 anos a. C. onde as feridas hemorrágicas eram tratadas com cauterização; o uso de torniquetes é descrito em 400 a. C.; a sutura é documentada desde o terceiro século a. C.
No tratamento das feridas, os egípcios utilizavam o conceito de ferida limpa e ocluída, com óleos vegetais, cataplasmas e faixas de algodão. Gregos e romanos empregavamemplastos, banhas, óleos minerais, pomadas entre outros. A história da medicina reporta o surgimento da penicilina (I Guerra Mundial) como um grande passo para o controle da infecção, até finalmente, chegar aos conceitos atuais de manutenção do leito da ferida úmida, pois este procedimento acelera o processo de cicatrização Fernandes (2005 ).
Ética no tratamento de feridas


Umaquestão muito importante na sistematização do tratamento de feridas são os aspectos éticos. Este, por sua vez, preocupa-se com o lado prático da vida do indivíduo e da sociedade, tenta criar regras e normas de condutas para a atividade livre do ser humano, orientada pelos preceitos morais mais aceitos. Filho( 2003).
O autor tenta analisar eticamente questões direcionadas aotratamento de lesões no Brasil ressaltando alguns pontos que precisam de reflexões. Essa postura visa buscar uma ética mais aplicada. Uma vez que o tratamento de feridas vem se tornando uma área cada vez mais específica e científica, direcionando-se progressivamente como uma especialidade no campo a atenção à saúde. Acrescenta ainda dizendo que,apesar de todas as influências contrárias, devemos...
tracking img