Feito e refeito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (423 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SER E RENUNCIAR

Quando uma pessoa morre passa a ser um… Um nada. Até que me tragam as pedras lunares da prova da sobrevivência humana à morte, sinto muito, morrer é o apito final da tragicomédiadas ilusões “encarnadas”. Mas é bom lembrar que existem muitas formas de morrer e não apenas a convencional…
Renunciar a algo que nos foi – e é – importante é uma delas. E há duas razões para umarenúncia; a primeira é a renúncia por simplesmente a pessoa não querer mais o que um dia a encantou.
A pessoa se enfara, cansa, perde o gosto e… Diz adeus à sua outrora paixão. Isso acontece e muito.A outra razão de renúncia é a renúncia por pressões, pressões de todo tipo, internas à pessoa e externas a ela. Caso da renúncia de chefes de estado e do atual Papa, Bento 16.
O Papa estárenunciando por questões “internas” ao Vaticano, pressões políticas fortes de parte dos lobos que o cercam. Lobos, eu disse, lobões… Ou você vai me dizer que um grupo de cardeais é um grupo de passarinhos deasas angelicais? Só os epidermicamente ingênuos acreditam nisso. O Papa, como de resto todos os que o antecederam, vive cercado por gente que lhe quer o poder, isto é, o mal. E quando o Papa, comoqualquer gerente de empresa, não tem jogo de cintura para driblar os lobos, ele próprio vira carniça desses “lobos”. Ou seriam urubus? Renunciar ao nosso amor na vida, como um padre ama o sacerdócio e aspromoções que o podem levar ao Trono de São Pedro (…) pode matar.
O Papa está doente? Está. Mas essa doença física ele a levaria aos últimos momentos de vida. Ele está saindo por pressõesconjugadas à doença. Vai viver enclausurado, não mais vai ter aplausos e saudações ruidosas, não mais vai dar entrevistas, ser fotografado, nada. Bento vai virar lembrança. E virar lembrança em vida depois de“ser” é veneno que mata mais que as doenças que nos corroem as entranhas. Pobre do Bento, vai deixar de “ser” para tentar “sobreviver”. Ele terá que ser bem “vigiado”, ou seria cuidado? Um ex-Papa...
tracking img