Feigenbaum

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3193 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE POLITEC.

Armand Feigenbaum.
Guru da Qualidade.

Diego Cavallaro.
Jeferson Silva.
José Kleber.

Santa Bárbara d’ Oeste – SP
2011.

"A qualidade não está restrita ao processo
de produção de produtos e deve ser
preocupação de todos os
trabalhadores da empresa"
(Armand Feigenbaum)

Sumário.

* Introdução. 03
* Capítulo I – Armand Feigenbaum. 05
* Capítulo II –Principais Obras e Conceitos. 06
* Capítulo II.I. Definição de Qualidade segundo Feigenbaum
baseado em sua teoria do Controle da Qualidade Total. 10
* Capítulo III – Metodologia e Conceito 14
* Conclusão 15
* Referências Bibliográficas 16



Introdução.

Os dicionários costumam definir qualidade como uma virtude, o que, de fato, nãodeixa de refletir-se positivamente quando procurando delimitar o significado de qualidade restringindo-o ao ambiente empresarial, o foco de análise deste estudo. Porém, podemos defini - lá, também, como a busca incessante pela melhoria contínua de projetos, produtos e/ou serviços, adequação às normas e conformidade com os propósitos e ideais da empresa.
Muitos estudiosos e mentoresconceberam conceitos para o progresso da qualidade, para que ela se aperfeiçoasse até chegar ao ponto em que teríamos a qualidade total em produtos ou serviços. Armand Feigenbaum foi um dos mais conceituados “gurus da qualidade”, utilizando indicadores estatísticos e teóricos para chegar a sua própria definição da qualidade, como um processo que envolve comprometimento e tem em vista a satisfação docliente. Armand Feigenbaum é considerado o “pai” da qualidade por seus estudos e aplicações e pelo desenvolvimento do seu conceito de Controle Total da Qualidade.


Capítulo I – Armand Feigenbaum.

“A qualidade é um sistema eficiente para a integração do desenvolvimento da qualidade, da manutenção da qualidade e dos esforços de melhoramento da qualidade dos diversos grupos numaorganização, para permitir produtos e serviços mais econômicos que levem em conta a satisfação total do consumidor.” Armand Vallin Feigenbaum
Armand Feigenbaum é reconhecido como um dos gurus do conceito da Qualidade Total, por disseminar pelo mundo a importância de ferramentas de gestão pela qualidade desde meados da década de 50, nasceu nos Estados Unidos da América no ano de 1922. É considerado opai da qualidade por ser o criador e o implantador do sistema TQC – Total Quality Control. Aos 24 anos , Feigebaum, trabalhando em Nova Iorque na General Eletric (GE), era considerado um revolucionário e perito na área de qualidade onde trabalhava. No ano de 1951, pela Massachusetts Institute of Techonology (MIT), ele conclui o doutorado em Ciências e no mesmo ano lançou o seu Best-seller que lheconferiu notoriedade mundial na área da qualidade, sua obra prima chamou-se Total Quality Control, pelo meio do qual ele introduziu ao mundo a sua teoria da qualidade total no sistema como um todo e não apenas visando o beneficio da empresa.
Feigenbaum continuou a sua brilhante carreira sendo, em 1958, nomeado diretor mundial de produção da GE e vice-prsidente da American Society forQuality Control (ASQC), e após três anos estando no cargo de diretor de produção foi eleito o presidente da GE. Armand continuou a sua exímia carreira tornando-se membro honorário da ASQC, uma recompensa pelos seus 35 anos de atividade e dedicação profissional ligada à área da qualidade e fundando, em 1968, a General Systems, da qual permanece presidente até hoje.

Capítulo II - Principais Obras eConceitos.
Feigenbaum é qualificado como o pai do conceito de Controle da Qualidade Total (Total Quality Control - TQC). De acordo com a sua abordagem, a qualidade é um instrumento estratégico que deve preocupar todos os trabalhadores. Mais do que uma técnica de eliminação de defeitos nas operações industriais, a qualidade é uma filosofia de gestão e um compromisso com a excelência. É...
tracking img