Farmacologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6006 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANALGÉSICO E ANTITÉRMICO DIPIRONA SÓDICA

Indicações:

Dor e febre

Reações:

SCV: choque e discrasias sanguíneas, tais como agranulocitose, leucopenia e trombocitopenia.

OUTROS: reações de hipersensibilidade que afetam a pele (urticária), a conjuntiva e a mucosa nasofaríngea, reações cutâneas bolhosas, às vezes corn risco de vida, síndrome de Stevens Johnson, síndrorne deLyell

Cuidados de enfermagem

Monitorize a função respiratória, pois podem ser observados ataques de asma em pacientes predispostos a tal condição e hipotensão em caso de aplicação intravenosa muito rápida.
Monitorize dor e reações no local da injeção.
Administre a droga cuidadosamente em casos de amigdalite ou qualquer outra afecção da bucofaringe, porque essas afecções preexistentes podemmascarar os primeiros sintomas de agranulocitose (angina agranulocítica), cuja ocorrência é rara, mas possível quando se faz uso de produto que contenha dipirona.
Administre-a cuidadosamente em pacientes com condições circulatórias instáveis (PA sistólica menor que100 mmHg) e em pacientes com distúrbios hematopoiéticos.
Não a administre durante a gravidez e a lactação.
Não a administre acrianças menores de 3 meses ou pesando menos de 5 kg, devido à possibilidade de interferência com a função renal.
Não administre a droga com outros medicamentos na mesma seringa.
Comunique ao médico se houver hipotermia, pois a droga deve ser suspensa.
Oriente o paciente para não usar bebida alcoólica, porque o efeito do álcool pode ser potencializado.
10. Em caso de reação de hipersensibiíidade,suspenda imediatamente a droga, coloque o paciente deitado com as pernas elevadas e as vias aéreas livres. Dilua 1 ml de epinefrina a 1:1.000 para 10 ml e aplique 1 ml por via intravenosa e uma dose alta de glicocorticóide. Se for necessário, faça reposição do volume sanguíneo com plasma, albumina ou soluções hidroeletrolíticas.

Em pacientes com asma ou infecções respiratórias crónicas, bemcomo em pacientes com hipersensibilidade de qualquer tipo, deve-se fazer um teste no início da aplicação, para prevenir a ocorrência de choque. Interrompa a injeção depois de aplicar 0,1 ml a 0,2 ml e observe a reação do paciente por 1 ou 2 minutos.
Há relatos de que, em pacientes com histórico de doença renal preexistente ou em casos de superdosagem, houve distúrbios renais transitórios comoligúria ou anúria, proteinúría e nefrite intersticial.
Como os demais analgésicos, a dipirona sódica não deve ser administrada em altas doses ou por longo tempo sem controle médico.
A solução oral está contraindicada para pessoas com diabetes

ANTIÁCIDO (CIMETIDINA)

- Indicações:

Acidez gástrica, esofagite, hipersecreção gástrica, úlcera duodenal, úlcera gástrica.

- Reações:SNV: confusão, tontura, cefaléia, neuropatia periférica, sonolência, alucinação, ataxia, diplopia.

SNV: bradicardia, arritmia, hipontenção (com uso I.V).

SGI: diarréia.

FÌGADO: icterícia, hepatite.

OUTROS: impotência, ginecomastia(aumento das mamas),vasculite, nefrite, pancreatite,dor no local da injeção I.M.

Cuidados de Enfermagem:

1. A hemodiálise diminui o nível nosangue da cimetidina.
Administre a droga no final do tratamento de hemodiálise.
2. Ofereça a droga às refeições para alcançar o efeito terapêutico.
3. Se for dose única deve ser usada antes de dormir para
um melhor resultado.
4. Oriente o paciente para não fumar, pois ocorre aumento
da secreção gástrica.
5. Embora não seja recomendado para adolescentesmenores de 16 anos, têm sido usadas doses entre 20 mg/kg/
dia e 40 mg/kg/dia.
6. Informarao ao paciente sobre a ação do medicamento, os efeitos colaterais mais comuns e a importância da colaboração durante o tratamento.
7. Orientar sobre a importância de seguir o tratamento medicamentoso conforme recomendado e não o interromper sem consentimento do médico. Por via intramuscular,...
tracking img