Farmacocinetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FARMACOCINÉTICA

Prof. Yara Jamal

FARMACOLOGIA

FARMACOCINÉTICA
O que o organismo faz sobre o fármaco

FARMADINÂMICA
O que o Fármaco faz com o organismo

FARMACOCINÉTICA
OBJETIVO: Estabelecer a quantidade do fármaco que se encontra disponível num determinado local do organismo para exercer uma ação farmacológica

A concentração do fármaco no plasma é o melhor índice de efeitoclínico que a dose administrada

Dose do fármaco administrada
ABSORÇÃO

Concentração do fármaco na circulação sistêmica

DISTRIBUIÇÃO

Fármaco nos tecidos de distribuição

ELIMINAÇÃO

Concentração da fármaco no local de ação

Fármaco metabolizado ou excretado

Efeito farmacológico Resposta clínica

Toxicidade

Eficácia

FARMACODINÂMICA

FARMACOCINÉTICA

IMPORTÂNCIA DAFARMACOCINÉTICA

Digoxina – Janela terapêutica estreita
Dose Terapêutica muito próxima da dose tóxica

IMPORTÂNCIA DA FARMACOCINÉTICA

FARMACOCINÉTICA
Biodisponibilidade Farmacêutica

ABSORÇÃO
FÁRMACO

Biodisponibilidade Farmacológica

DISTRIBUIÇÃO
Envolve a entrega da droga aos tecidos

Alvo de ação

Movimento dos Fármacos através das Barreiras Celulares

FATORESENVOLVIDOS NA ABSORÇÃO

LIGADOS AO FÁRMACO •Fase farmacêutica •Lipossolubilidade •Peso molecular •Grau de ionização •Concentração • Via de administração LIGADOS AO ORGANISMO •Vascularização do local •Superfície de contao •Enfermidades

Variação na Absorção oral de diferentes formulações de Digoxina

TAMANHO DA PARTÍCULA

SUPERFÍCIE DE CONTATO

Hidrossolubilidade Lipossolubilidade
dependemgrau de ionização pH do meio
BH Ka B- + H+

pKa = pH no qual 50% das moléculas estão na forma ionizada e 50% na forma neutra

pH do meio e pKa do fármaco

define a absorção

Equação de HENDERSON-HASSELBALCH

 Descreve a relação entre o valor de pKa e pH para ácidos e bases fracas  Permite prever a porcentagem da forma ionizada de um fármaco em função do pH do meio

*dissociação interfere na lipossolubilidade

Dissocia

carga

solubilidade em água

ACIDO

BASE

APRISIONAMENTO IÔNICO Fármacos com caráter ácido se acumulam no compartimento com pH mais básico e fármacos com caráter básico se acumulam no compartimento com pH mais ácido

Interação Entre Drogas - Absorção
Trânsito Intestinal Ex: anticolinérgicos + acetaminofeno Impacto: retardo na absorçãode acetaminofeno metoclopramida – aumento da motilidade intestinal ( > absorção)

Complexação/ Quelação Ex: antiácidos + tetraciclinas Impacto: complexo tetraciclina + cátions divalentes, formando quelato insolúvel

DISTRIBUIÇÃO
Fenômeno em que uma droga, após a absorção, sai da corrente sangüínea e dirige-se ao seu local de ação (Biofase).

DISTRIBUIÇÃO

A extensão da distribuiçãodepende: • Permeabilidade através das barreiras teciduais • Ligação dentro dos compartimentos • Partição pelo pH • Partição O/A • Ligação as proteínas plasmáticas • Irrigação dos tecidos

Irrigação dos Tecidos
- Distribuição inicialmente para os órgãos e tecidos de maior fluxo sanguíneo.

Órgãos ou Tecidos

Perfusão mL/min/100g mL/min/100g

Fígado Rins Coração Coraç Pulmões Cérbero MúsculoPele Gorduras

80 400 60 1000 50 2,5 2,4 3,0 Labaune, 2000 Labaune,

DISTRIBUIÇÃO
Para passar do compartimento extracelular para o compartimento transcelular o fármaco precisa atravessar a parede capilar (camada de células endoteliais)

Natureza permeável da membrana endotelial dos capilares
BARREIRA HEMATOENCEFÁLICA

Distribuição das drogas para compartimentos especiais 1 – SistemaNervoso Central
Passagem seletiva de drogas para o SNC.

Barreira Hemato-encefálica: - Células do endotélio unidas por zônulas de oclusão - Bainha de astrócitos

Atlas de Fisiologia Humana – Netter, 2003 Netter,

1.1 - Substâncias que penetram no SNC
• Drogas Apolares; • Lipossolúveis; • Tamanho molecular reduzido (Álcool); • Elevado coeficiente de partição óleo/água (Barbitúricos e...
tracking img