Faraco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2896 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atualmente está em foco o assunto do ensino de língua portuguesa no Brasil. Na grande maioria das discussões ouvimos questionamentos a respeito desse ensino, isto porque, a grande maioria da população acredita que se enfoca demais a norma culta. Mas será mesmo que a disciplina de língua portuguesa realmente enfoca a norma culta em seu sentido real? Carlos Alberto Faraco (2008), responde com todacerteza que não.
Por consequência de toda essa discussão sobre norma culta e pela confusão de alguns em considerá-la como sinônimo da norma padrão, norma gramatical e até mesmo da gramática normativa é que me disponho a trabalhar com tal tema, usando como base o livro de Carlos Alberto Faraco (2008), Norma Culta Brasileira: desatando alguns nós.
Faraco (2008) nesta obra fala sobre os conceitosde norma, norma culta, norma padrão e norma gramatical, bem como da história da gramática, e da questão da língua portuguesa dentro do Brasil desde o surgimento do país, além de abordar a pedagogia de ensino dessa língua, tanto do fator linguístico quanto nos desafios de ensiná-la.
Sendo assim, o presente tema para este artigo fora escolhido no intuito de mostrar não só aos estudantes(universitários ou não), mas aos professores e principalmente a população comum que a norma culta é a saída para um ensino escolar exemplar, desde que visto e trabalhado em seu significado real.
Por fim, como o próprio autor afirma, tal obra trabalha com “uma dimensão técnica e uma dimensão política”, sendo que a técnica é o esclarecimento desses conceitos e política é demonstrar que o equívoco destesconceitos afetam nosso ensino de qualidade. Dessa maneira, ao se trabalhar com a questão de normas fica difícil não se abordar o ensino do português em nosso país, que é o que Faraco (2008) faz questão de destacar em sua obra, e eu de enfocá-lo neste trabalho.
Veremos, então, a seguir o desenvolvimento do tema escolhido, pois o considero de importante relevância para nossa sociedade educacional, eprincipalmente ao senso comum.
Fundamentação Teórica
Antes de iniciarmos nossa discussão sobre os conceitos da norma culta e das demais normas e suas consequências para o ensino da língua portuguesa, torna-se necessário, primeiramente, destacar em uma visão empírica o conceito de língua, dessa forma, Faraco (2008) coloca que “uma língua é constituída por um conjunto de variedades”, sendoassim, não se pode definir uma língua como sendo apenas uma unidade da linguagem, pois ela é mais do que isso, ela é também “uma entidade cultural e política” (grifo do autor). Dessa maneira, essa concepção de língua vai de encontro com a definição de norma dada pelo linguista Coseriu (1973, apud CARVALHO, 2003, p. 65), que define este termo como aquele de “como se diz” e não o de “como se devedizer”, então, desse encontro tiramos à concepção de que “norma designa um conjunto de fatores linguísticos que caracterizam o modo como normalmente falam as pessoas de uma certa comunidade” (FARACO, 2008, p.40), e não regras que determinem como se deve falar.
Essas regras que conhecemos e que são ensinadas na disciplina de língua portuguesa nas escolas – regras que determinam como os alunos devem falare escrever – são nomeadas por Faraco (2008) de “norma curta”, pois segundo ele essa norma é a miséria da gramática, sendo devidamente classifica por esse autor como:
Um conjunto de preceitos dogmáticos que não encontram respaldo nem nos fatos, nem nos bons instrumentos normativos, mas que sustentam uma nociva cultura do erro e têm impedido um estudo adequado da nossa norma culta/comum/Standard(FARACO, 2008, p. 92).
Dessa concepção de norma curta dada por Faraco (2008), acredito que já tenha dado para desfazer uma confusão, ou talvez, criado outra, pois a maioria das pessoas tem esse conceito dado pelo autor como sendo o de norma culta. Mas se esse não é o conceito de norma culta, qual é então?
Faraco (2008) simplesmente designa norma culta como “o conjunto de fenômenos...
tracking img