Eu sou assim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Relato da vivência de estágio:
Iniciei meu estágio no dia 24 de maio de 2012. Iniciei me apresentando aos alunos e fiz uma brincadeira dinâmica e descontraída com eles. Nos sentamos em roda no tapete e eu apresentei para eles uma caixa de madeira decorada, contei uma história e falei de como nós seres humanos somos importantes, conversamos sobre as diferenças que existem entre aspessoas, que não somos todos iguais. As crianças participaram bastante, falaram, perguntaram, citaram exemplos de pessoas altas, baixas, brancas, negras, com cabelos compridos, curtos, deixei eles bem a vontade para falarem e terminei falando que dentro da caixa tinha a imagem de alguém que é muito importante um verdadeiro tesouro. E passei a caixa para o primeiro aluno que abriu e olhou paradentro e viu seu rosto refletido no espelho e assim sucessivamente todos foram se olhando. E eles compreenderam que a pessoa muito importante era eles. Eles riram bastante, conversamos muito.
Todas as tarefas propostas foram aceitas com facilidade, a turma é de crianças inteligentes com facilidade para compreender, para realizar as atividades, todos estavam motivados, ficavam animados,vibravam com as tarefas. Não tive problemas com alunos que apresentassem dificuldades em entender ou não conseguir realizar as atividades.
No livro Formação Social da mente Vygotsky fala que o desenvolvimento intelectual acontece quando a fala e a atividade prática estão juntas. Que as crianças resolvem suas tarefas com a ajuda da fala, assim como dos olhos e das mãos. Baseado nessacitação eu percebi que as crianças compreendem as atividades propostas quando primeiramente nós conversamos sobre o determinado assunto, e eles interagem, perguntam, citamos exemplos e somente passei para a segunda etapa quando as crianças compreenderam realmente a informação que eu estava passando para elas. Então, passamos para a prática das atividades. As crianças se observaram no espelho elogo após fizeram a representação do seu auto- retrato através de desenho. Segundo Aquino através do desenvolvimento dos movimentos é que a criança constrói seu esquema corporal, ou seja, organiza sensações relativas ao seu corpo como o resultado da associação de movimentos cada vez mais coordenados e complexos. O esquema corporal não é nada mais do que a imagem de si mesmo.Rozimeri Pereira autora do livro arte e educação fez a seguinte citação “ A imagem nessa fase da vida está vinculada ao emocional, para a criança o que ela ama tomará proporções grandes , o que ela desafeiçoa ganhará proporções pequenas ou inexistentes”. Percebi que isso realmente acontece quando trabalhamos com desenhos da família. Eu fiquei bastante preocupada com as representações da famíliaque as crianças desenharam, e conversando com as crianças a respeito desses desenhos foi me relatado várias histórias bem tristes com relação aos pais. Foi uma ótima experiência porque consegui relatar para a professora e para a coordenadora o que conversei com as crianças e principalmente os dramas familiares que ouvi. E elas irão continuar esse trabalho com as crianças e com as famílias.Também realizei atividades com o alfabeto móvel, conversamos sobre as partes do nosso corpo, os nomes, as características. Então eu comecei a fazer perguntas, eles davam as respostas eu escrevia na lousa e eles montavam com o alfabeto móvel nas suas classes. Foi uma das atividades que eles gostaram muito, porque participaram bastante, todos queriam responder. Eu percebi com essaatividade que eles estão bem familiarizados com as letras, já reconhecem e sabem o sons. Emilia Ferreiro fala do dilema de alfabetizar ou não na pré escola, segundo ela “ Não há uma resposta única e certa, pois existem casos diferentes. É imprescindível analisar a situação da criança e ver quais são seus interesses e suas curiosidades”. E essas crianças estão bem interessadas, é muito bom...
tracking img