Estudo de caso colas e aspartames

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo de caso (dupla)
Análise de decisões estratégicas nas relações entre as “colas” e seus fornecedores de adoçantes.
Mercado Americano – aumento da demanda por produtosdiet.
Estabelecimento de uma marca tradicional como única fornecedora das gigantes Coca e Pepsi – a Nutra Sweet.
Marca que pertence a empresa Monsanto, obtinha margens de 70% domercado o que despertava interesse de potenciais concorrentes
A Nutra Sweet estava protegida por patentes na Europa até 1987 e nos EUA até 1992.
Em 1985, encorajado pela Coca-Colaum desafiante para Nutra Sweet denominado Holland Sweetner Company(HSC) decide antecipar-se a expiração da patente e inicia a construção de uma fábrica no continente.
HSC dizia: “Qualquer empresa gosta de ter pelo menos dois fornecedores.
Quando a HSC inicia sua operação no mercado Europeu é Retaliada pela Nutra Sweet com cortes drásticos nos preços eacordos contratuais com seus clientes visando garantir um relacionamento a longo prazo.
Atravé de apelos a cortes judiciais e órgãos governamentais de concorrência a HSC ganha odireito de atender a uma parcela de clientes de menor expressão .
Doodley Vice-presidente da HSC considerava que a briga estava apenas começando “estamos ansiosos para entrar nos EUA”mas a guerra para a HSC acabou antes de começar!

1 – Qual a explicação para a obtenção de uma margem de 70% Market-share da Nutra Sweet desde sua criação até a década de 80?
2– Qual o poder de barganha das “Colas” em relação a Nutra Sweet?
3 – Qual o poder de barganha da HSC antes da sua decisão de entrar no mercado? E posteriormente à sua decisão deinvestir e concorrer com a Nutra Sweet?
4 – Se você fosse executivo da HSC em 1985, que atitudes tomaria para garantir a permanência da empresa no mercado Europeu e Americano?
tracking img