Estudo de caso all

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3518 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


1.2 – Fundamentação Teórica

Segundo Djalma de Pinho R. de Oliveira "A Teoria Estruturalista" identificou a importância de se estabelecerem diferentes níveis da organização, os quais apresentam características, necessidades e atuações diferentes entre si.
A primeira estruturação de níveis da organização que se consolidou considerou três níveis:
•Institucional, que considerava a alta administração e, conseqüentemente, a organização como um todo;
• Gerencial, que considerava o nível intermediário da organização, e deveria se preocupar com a orientação e a operacionalização das decisões decorrentes do nível institucional e;
• Operacional, que considerava os funcionários no nível efetivo de realização dos trabalhosestabelecidos pelo nível institucional e supervisionados e orientados pelo nível gerencial.
Esta questão dos níveis da organização teve uma evolução lógica, com base na parte inicial do processo administrativo, que é representada pelo planejamento nas organizações.
Como análise na Teoria Estruturalista são apresentados importantes fatores como a organização tendo um sistema aberto que serelaciona com o ambiente auxiliando nas mudanças dos sistemas organizacionais, identificando diferentes grupos e suas influências nas organizações, diagnosticando problemas e necessidade de mudanças fundamentais para manter o crescimento das organizações.
Analisando também a estrutura organizacional formal e informal. A formal representada pela estrutura do organograma e a informal pelasrelações sociais dos colaboradores que não apresentam no organograma.














2. ESTUDO DE CASO


1. – Perfil da Organização






[pic]
Figura 1: Logotipo da Organização


Razão Social: ALL - América Latina Logística S.A.
Endereço: Rua Emílio Bertolini, 100, Vila Oficinas - 82920-030, Curitiba – Paraná
Telefone: (41) 2141-7555
Fax: (41)2141-7484
CNPJ/MF: 02.387.241/0001-60
IE / PR: 902.525.72-67
NIRE Jucepar: 41300019886
Registro de companhia aberta junto a CVM: 02/07/1998
Número do Registro na CVM: 01745-0
Diretor de Relações com Investidores: Rodrigo Barros de Moura Campos
Auditores Independentes: Ernst & Young
Listagem em bolsas: BM&FBOVESPA e OTCQX
Códigos:ALLL3 e ALLAY
Principal atividade: Logística
Visão: Ser a melhor empresa de Logística da América Latina.





[pic]
Figura 2: Linha do Tempo da Organização


A ALL nasceu em 1997, como Ferrovia Sul Atlântico e foi uma das três companhias a assumir os serviços ferroviários no Brasil. No ano seguinte, assumiu também a concessão de ferrovias nas regiões centrais e norte daArgentina. Em 2001, adquire a Delara, empresa de transportes rodoviários no Brasil, e amplia seu suporte logístico. A empresa lançou ações em bolsa em 2004 e em 2006 a ALL se tornou a principal empresa de logística do Cone Sul, detendo concessões em uma área por onde passam 78% das exportações de grãos da região rumo a sete dos principais portos instalados no Brasil e Argentina. A ALL operaatualmente a mais extensa malha ferroviária da América do Sul.
Em Araraquara, a empresa se instalou em 2006, a partir da concessão da antiga Ferrobam, que até o momento era estatal e tornou-se empresa privada.


Maior Operadora Logística Independente da América Latina;
Área de cobertura engloba 65% do PIB do Mercosul e 78% das exportações de grãos da América do Sul;Operações no Brasil, Argentina, Chile e Uruguai;
Atende a sete dos mais importantes portos do Brasil e da Argentina;
Operações de transporte “porta-a-porta”, distribuição urbana, frota dedicada, serviços de armazenamento, incluindo a gestão de estoques e centros de distribuição;
21.300 km de rede ferroviária, 1.095 locomotivas, 31.650 vagões, 650 veículos rodoviários, centros de...
tracking img