Estrangeirismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2098 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO: A partir de uma análise de visão dos gramáticos aqui
representados pelo Projeto de Lei do Deputado Federal Aldo Rebelo, e
dos linguistas, percebemos a polêmica que gira em torno do tradicional
padrão e de uma visão funcional da Língua Portuguesa. Na intenção de
levar à reflexão sobre a Língua Portuguesa e compreender melhor o
mundo acadêmico e o efeito da globalização no mundomoderno em que
vivemos, o universo infantil sobre essa influência, essas são algumas das
reflexões que queremos propor.
PALAVRAS-CHAVE: língua, preconceito, gramática.
ABSTRACT: From an analysis of view of grammarians represented here
by the Bill of Congressman Aldo Rebelo, and linguists, we realize that the
controversy revolves around the traditional pattern and a functional view
ofthe Portuguese language. In the intention to lead to reflection on the
Portuguese language and better understand the academic world and the
effect of globalization in the modern world we live in, the infant universe
that influence, these are some of the considerations that we propose.
KEY WORDS: language, prejudice, grammar
INTRODUÇÃO
Ao falarmos em estrangeirismo, não temos noção de comoas palavras utilizadas no
dia-a-dia da população sofreram e sofrem influências exteriores. Mas afinal qual a diferença
entre estrangeirismo, empréstimo e neologismo?

1
Todas as autoras são graduandas em Pedagogia pela Faculdade do Litoral Sul Paulista - FALSPeriódico de Divulgação Científica da FALS
Ano V - Nº X- MAR / 2011 - ISSN1982-646X
Vamos analisar o contexto histórico-social de nosso país para que exista essa
influência estrangeira e quais os danos que esta causa e como esta chega às crianças, trazendo
todo um novo repertório, e significados novos fora do alcance da Língua Portuguesa, mas que a
essa se incorpora e começa uma nova história social de nossa língua.
A partir de uma análise de visão dosgramáticos aqui representados pelo Projeto de
Lei do Deputado Federal Aldo Rebelo, e dos linguistas, percebemos a polêmica que gira em
torno do tradicional padrão e de uma visão funcional da Língua Portuguesa.
Na intenção de levar à reflexão sobre a Língua Portuguesa e compreender melhor o
mundo acadêmico e o efeito da globalização no mundo moderno em que vivemos, o universo
infantil sobre essainfluência, essas são algumas das reflexões que queremos propor.
1. Estrangeirismo, Empréstimo e Neologismo
Ao começarmos uma discussão sobre influência do estrangeirismo em nossa Língua
Portuguesa, devemos compreender três termos utilizados e muitas vezes confundido pelos leigos
dentro do assunto, é a questão do estrangeirismo, empréstimo e neologismo.
Em primeiro lugar, temos oestrangeirismo, que vem a ser o emprego de palavras que
se originam de outra Língua estrangeira e não possuem uma palavra correspondente a ela na
nossa Língua, apontadas em nossas normas gramaticais como um vicio de linguagem, e que sua
pronuncia e escrita não sofre qualquer alteração, temos exemplos recentes e antigos, como no
caso de “long-play”,” close-up”, “standart”, etc.
No segundo caso oempréstimo (galicismo, anglicismo, etc.) a própria nomenclatura
deixa clara a função das palavras, que sofre pouca modificação e passa a fazer parte do léxico,
sendo que todas elas hoje classificadas como empréstimo foi um dia estrangeirismo. SãoPeriódico de Divulgação Científica da FALS
Ano V - Nº X- MAR / 2011 - ISSN 1982-646X
exemplos de empréstimos: “habitat”, “deficit” (latinismo);“hot dog”, “top model”
(anglicismo) “fondue”, “menu” (galicismo).
No caso do neologismo que é o surgimento de palavras novas é comum na mídia e
em todos os meios de comunicação e que acaba por se tornar parte do cotidiano, é o caso de,
deletar, twitar, entre outros.
Esses termos e empregos fazem parte da formação de nossa Língua, que desde o
inicio sofreu forte influencias de povos como...
tracking img