Escolaticismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1155 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO






































1. DEFINIÇÃO
O termo “escolasticismo”vem através do latim, da palavra grega “schole”, que significa o lugar onde se aprendia. O termo “escolástico”foi aplicado aos professores na corte ou na escola palaciana de Carlos Magno e também aos eruditos medievais que se serviam da filosofia no estudo dareligião. Este estudiosos procuravam provar a verdade vigente através de processos racionais em vez de buscar uma nova verdade. Desta forma o escolasticismo pode ser definido como a tentativa de racionalizar a teologia para que se sustente a fé com a razão. É uma corrente filosófica nascida na Europa da Idade Média, que dominou o pensamento cristão entre os séculos XI e XIV e teve como principal nomeo teólogo italiano São Tomás de Aquino. "Uma das contribuições mais importantes de São Tomás foi ter realizado uma releitura da obra de Aristóteles dentro de uma perspectiva cristã", afirma o filósofo Marcelo Perine, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Com essa releitura, o pensador italiano tentou conciliar razão e fé, acreditando que não havia contradição entreelas, pois ambas vinham de Deus. Essa concepção é muito bem expressa por uma velha máxima sua: "Crer para poder entender e entender para crer." São Tomás de Aquino dividiu o conhecimento humano em dois.
O conhecimento sobrenatural seria aquele ensinado pela fé, como a aceitação da Trindade Divina, ou seja, Deus como Pai, Filho e Espírito Santo.

2. AS CAUSAS DO SURGIMENTO DOESCOLASTICISMO
A causa principal foi a emergência na Europa da filosofia de Aristóteles. Outra causa foi o interesse das novas ordens mendicantes pelo uso da filosofia no estudo da revelação. Tomas de Aquino, o grande escolástico, e Alberto Magno, seu mestre, e Guilherme de Occam e Boaventura eram franciscanos. A expansão do movimento universitário, que começou no século XII, deu um lugar para onovo movimento intelectual; tanto é que as universidades logo centralizaram seus currículos em torno do estudo da teologia pela ajuda da lógica e da razão. A universidade de Paria tornou-se ao tempo de Abelardo o centro principal do escolasticismo.

3. O CONTEÚDO E METODOLOGIA DO ESCOLASTICISMO
| Os escolásticos não estavam interessados em buscar a verdade mas em organizar racionalmente umcorpo de verdades aceitas, para que,|
|venha ela da revelação através da fé ou filosofia através da razão, pudesse ser um corpo harmônico. A mente medieval buscava uma unidade |
|intelectual, política e eclesiástica. Para os escolásticos, os dados ou o conteúdo de seu estudo estavam fixados definitiva e |
|absolutamente. O conteúdo do seu estudo era a Bíblia, os credos dos concíliosecumênicos e os escritos dos Pais da Igreja, estes se |
|constituíam nas suas fontes, o que eles desejavam resolver era saber se a fé era ou não razoável. |
|Assim como seu conteúdo deveria ser a teologia autorizada da Igreja católica romana, a metodologia escolástica estava muito sujeita à |
|autoridade da dialética ou lógica de Aristóteles. Ocientista contemporâneo segue o método empírico da lógica indutiva e só enuncia uma |
|verdade geral com base nos fatos depois de uma longa observação e experimentação. A dialética ou lógica de Aristóteles é mais dedutiva do|
|que indutiva e dá destaque para o silogismo como instrumento da lógica dedutiva. O filósofo dedutivo começa com uma verdade ou lei geral |
|que não prova, mas pressupõe.Ele relaciona esta lei geral a um fato particular e da relação entre a lei geral e o fato particular tira |
|uma conclusão que, por sua vez, torna-se uma nova lei ou verdade geral para ser relacionada a novos fatos. Este método foi tirado pelos |
|escolásticos de Aristóteles. |...
tracking img