Introdução

Em 1940, Landsteiner e Wiener realizaram experiências com o sangue do macaco Rhesus. Ao injetar sangue deste em cobaias, perceberam que elas produziam anticorpos, gradativamente e, assim, concluíram que havia nas hemácias do sangue do macaco um antígeno, que foi denominado fator RH e o anticorpo produzido no sangue da cobaia foi denominado de anti-Rh.
Indivíduos que apresentam o fator Rh são conhecidos como Rh+, apresentando os genótipos RR ou Rh. Os indivíduos que não apresentam o fator Rh são denominados Rhֿ, com genótipo RR, sendo geneticamente recessivos.
Anti-Rh não existe naturalmente no sangue das pessoas, sendo fabricado apenas porindivíduos Rh-, quando recebem sangue Rh+. Assim, nos casos de transfusão sanguínea, Rhֿ pode doar para Rhֿ ou Rh+ e Rh+ só doa para Rh+.
O problema se manifesta durante a gravidez de mulheres RH negativo que estejam gerando um filho RH positivo.




Eritroblastose Fetal

A Eritroblastose fetal, também conhecida como Doença hemolítica do recém-nascido é causada pela incompatibilidade sanguínea do Fator RH entre o sangue materno e o sangue do bebê. O problema se manifesta durante a gravidez de mulheres RH negativo que estejam gerando um filho RH positivo. Para que isso aconteça, o pai da criança precisa necessariamente ter o Fator RH positivo.
Ashemácias do feto, que carregam o Fator RH positivo desencadearão um processo no qual o organismo da mãe começará a produzir anticorpos. Estes anticorpos chegarão até a circulação do feto, destruindo as suas hemácias. É desta maneira que a Eritroblastose se origina.
A Eritroblastose fetal pode causar a morte do feto durante a gestação ou depois do nascimento. Outras consequências da doença podem ser deficiência mental, surdez, paralisia cerebral e icterícia, causada pelo excesso de bilirrubina no sangue - pigmento gerado pelo metabolismo das células vermelhas do sangue - e caracterizada pela cor amarelada da pele.



Tratamento da Eritroblastose [continua]

Ler trabalho completo

Citar Este Trabalho

APA

(2012, 08). Eritroblastose fetal. TrabalhosFeitos.com. Retirado 08, 2012, de http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Eritroblastose-Fetal/323494.html

MLA

"Eritroblastose fetal" TrabalhosFeitos.com. 08 2012. 2012. 08 2012 <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Eritroblastose-Fetal/323494.html>.

MLA 7

"Eritroblastose fetal." TrabalhosFeitos.com. TrabalhosFeitos.com, 08 2012. Web. 08 2012. <http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Eritroblastose-Fetal/323494.html>.

CHICAGO

"Eritroblastose fetal." TrabalhosFeitos.com. 08, 2012. Acessado 08, 2012. http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Eritroblastose-Fetal/323494.html.