Ergonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5995 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HIGIENE E SAUDE OCUPACIONAL













TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

indice
1 PRIMEIRAS IDÉIAS 2
2 CONCEITO DE PREVENÇÃO, DE PERDAS E DE HIGIENE INDUSTRIAL 2
3 SAÚDE OCUPACIONAL E HIGIENE OCUPACIONAL 2
4 CONCEITO DE HIGIENE OCUPACIONAL 3
4.1 Antecipação, Reconhecimento Avaliação e Controle 3
4.2 Multidisciplinares e a Higiene Ocupacional 3
5 ESTRATÉGIA BÁSICA PARA AAVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL 4
5.1 Caracterização Basica 4
5.1.1Caracterização do ambiente de trabalho; 4
5.1.2 Caracterização da força de trabalho; 5
5.2 Caracterização dos agentes presentes no ambiente de trabalho: 5
6 ANÁLISE QUALITATIVA DE RISCO E PRIORITIZAÇÃO 5
7 MONITORAÇÃO 6
7.1 Interpretação dos Dados e Tomada de Decisão 6
7.2 Relatório e Recomendações 7
8 CONTROLES NOAMBIENTE DE TRABALHO 7
9 ASPECTOS PREVENTIVOS E HIGIENE OCUPACIONAL 8
10 REQUISITOS MÍNIMOS DE HIGIENE INDUSTRIAL 8
10.1 Principio 8
10.2 Objetivo 8
10.3 Responsabilidade 10
11 RUÍDO 10
11.1 Fundamentos Básicos do Som 10
11.2 Definição de Som 10
11.2 Característica do ruído 10
11.2.1 Ruído Continuo 10
11.2.2 – Ruído Intermitente............. 10
11.2.3 – Ruído de Impacto 11
12 OuvidoHumano 11
12.1 - OUVIDO EXTERNO 11
12.2 – Ouvido Médio 11
12.3 – Ouvido Interno 11
12.4 Mecanismo de Audição 11
13 RUÍDO E A PERDA DE AUDIÇÃO 12
13.1 Efeito Fisiológicos do Ruído 12
14 NÍVEL DE INTERFERÊNCIA NA COMUNICAÇÃO VERBAL 13
14.1 Instrumentos de Avaliação 14
14.2 – Medidor de N.P.S. (Decibelímetro) 14
14.3 – Dosímetro de Ruído (Audiodosímetro) 14
14.4 – Analisador de Frequência 1414.5 – Registro de Gráfico 15
15 CALIBRADOR DO AMPLIFICADOR FILTRO DE PONDERAÇÃO AMPLIFICADOR INDICADOR. 15
15.1 - Calibradores 15
15.2 – Avaliação da Exposição Ocupacional ao Ruído 15
15.2 – Legislação Brasileira Específica 15
16 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO 16
16.1 – Métodos dos Efeitos Combinados 16
1 PRIMEIRAS IDÉIAS
Para começarmos a falar de higiene industrial, precisamos entender emqual contexto ela se situa. Hoje, com mais ênfase do que nunca debate-se e divulga-se o conceito de qualidade e produtividade como condição primordial para a competitividade. Ora tal abordagem não poderia ser mais oportuna, uma vez que não é possível pensar em qualidade total sem considerar a qualidade do ambiente de trabalho, visto que este terá influencia direta na saúde e bem- estar dostrabalhadores, dos quais depende diretamente os resultados da companhia.
Assim sendo, toda empresa seriamente engajada no conceito de implementação de qualidade e produtividade deverá estar exercendo tal conceito como um processo global, em todos os setores, e não apenas como programas isolados e secionados no espaço e no tempo.
Neste contexto, qualidade e produtividade estabelece parceria commúltiplas disciplinas, inclusive com prevenção de perdas, a qual higiene ocupacional está intrinsecamente ligada, e não apenas a segurança industrial como muitas vezes observamos no dia- a- dia de muitas empresas.

2 CONCEITO DE PREVENÇÃO, DE PERDAS E DE HIGIENE INDUSTRIAL
Resumidamente podemos dizer que um negócio compõe-se internamente de quatro elementos principais: pessoas, equipamentos, materiaise meio-ambiente. a responsabilidade gerencial é obter os melhores resultados a partir desses quatro elementos, para que este objetivo seja alcançado, o sistema precisa ser eficaz, eficiente e produtivo para manter-se competitivo.
Olhando por outro ângulo, a produtividade só será plenamente atingida quando todos os recursos forem bem empregados, ou seja, quando houver uma minimização de perdas ea maximização da prevenção de perdas; o que equivale que existe necessidade da máxima eficiência do gerenciamento/controle de perdas. Sendo o fator humano parte essencial deste contexto, as condições de saúde no ambiente de trabalho desempenham papel vital para o adequado gerenciamento de perdas e, portanto, para a produtividade total.

3 SAÚDE OCUPACIONAL E HIGIENE OCUPACIONAL
De acordo...
tracking img