Equacoes fracionarias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3980 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A propagação in vitro de plantas.
CULTURA DE TECIDOS

O que é isso?

L. Pedro Barrueto Cid

Cultura de tecidos vegetais - uma ferramenta fundamental no estudo da biologia moderna de plantas.

Biólogo M.Sc. – Ph.D Embrapa/Cenargen - Área de Biologia Celular Autor do livro "O método científico, o cientista e a sociedade", pela editora da Universidade do Amazonas. lpedro@cenargen.embrapa.brFotos do autor

Definição A propagação in vitro de plantas, Figs.1 e 2, chamada também micropropagação, é uma técnica para propagar plantas dentro de tubos de ensaios ou similares de vidro (por isso, o termo in vitro), sob adequadas condições de assepsia, nutrição e fatores ambientais como luz, temperatura, 02 e CO2. É uma parte importante de biotecnologia, conjuntamente com outras duas áreas:DNA recombinante e fermentação. A cultura in vitro, apresenta diferentes modalidades conforme os objetivos de sua aplicação, como por exemplo, cultura de protoplastos; anteras; calos (Fig. 3); células em suspensão (Fig. 4); sementes (Figs. 5 e 6),etc.

Antecedentes históricos A teoria da totipotencialidade formulada por Matthias Schleiden & Theodor Schwann, em 1838, pode ser dita que constituium dos primeiros fundamentos da cultura in vitro, embora seus formuladores nem tenham imaginado uma metodologia como essa. A teoria afirma que a célula é autônoma, portanto, que contém o potencial necessário para originar um organismo completo; nesse caso, uma planta completa. É claro que essa capacidade deve manifestar-se sob especiais condições de estímulo. Em decorrência desta teoria, célulascom diferentes fenótipos dentro da planta têm idéntico genótipo. Haberlandt, um fisiólogo

vegetal austro-húngaro, por volta de 1902, imbuído dessa teoria, foi o primeiro a manipular um sistema de cultura in vitro de plantas, procurando estabelecer e consolidar um sistema de micropropagação. Infelizmente, por limitações técnicas da época, seus esforços falharam. Contudo, alguns anos mais tarde apartir dos trabalhos de Robbin (1922) e White (1934) em ponta de raízes; cultura de embriões, por La Rue (1936); cultura de calos, por Gautheret Nobécourt (1939); enriquecimento de meios nutritivos com leite de coco, por van Overbeek, 1941; uso de plantas de tabaco como modelo experimental para estudo de morfogênese, por Skoog, desde 1944, e uso de meristemas apicais na obtenção de plantas livresde vírus, por Morel & Martin, 1952, abriram-se as estradas que a cultura de tecido de plantas percorreria triunfalmente ao longo de todo o século XX, com mais e mais descobertas e aplicações. Importância A cultura in vitro de plantas, é uma técnica que não apenas apresenta importância prática na área florestal e agrícola, mas, também na científica básica. Dentro do campo da biologia de plantastalvez seja uma das técnicas mais polivalentes. Assim, através da cultura de protoplastos, podem-se hibridizar variedades diferentes, vencendo barreiras genéticas. Através da cultura de anteras, podem-se obter plantas haplóides, que logo depois podem-se diploidizar e transformar-se em homozigotos, isto é, indivíduos que produ-

Fig.1: Plântula de café cv Rubi, crescida in vitro e obtida a partir 16Biotecnologia Ciência & Desenvolvimento de gema axilar de uma outra plântula similar a ela. Assim por diante, outros clones podem ser obtidos

zem um só tipo de gameta para um determinado locus. Com a cultura de células em meio líquido, podem-se obter mutantes, isto é, genótipos que ganharam ou perderam alguma característica específica. Com a cultura de embriões e meristemas, podem-se fazertrabalhos de criopreservação para conservar materiais em bancos de germoplasmas, com economia de espaço e dinheiro, especialmente em espécies de reprodução assexuada como batata, mandioca, abacaxi etc. Com a cultura de meristemas apicais, pode-se pensar em obter plantas livres de vírus, e com a cultura de gemas axilares (Fig.7), propagar milhares de plantas, com genótipos superiores, por exemplo...
tracking img