Santo daime

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3946 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
____________________________________________________________

_____www.neip.info

O Santo Daime no Contexto da Nova Consciência Religiosa *

Luiz Eduardo Soares †

Apresentação

Desde janeiro de 1988, coordeno, junto ao ISER, uma pesquisa de orientação antropológica sobre o que convencionamos denominar “nova consciência religiosa”. É preciso cuidado com nomes, títulos e rótulos; este,inclusive. Afinal, conforme suspeitávamos e os primeiros resultados da investigação confirmaram, nem sempre as
*

O presente ensaio resume parte dos resultados provisórios da pesquisa sobre o universo simbólicocultural e sociológico do grupo religioso identificado com a ingestão cerimonial do Santo Daime, no contexto da investigação promovida pelo ISER, com o apoio da FINEP, sobre a NovaConsciência Religiosa. Agradeço a Carlos Mello, assistente de pesquisa, e a Miriam Goldemberg tantas contribuições; a todos os amigos do Daime, pela calorosa receptividade; e a Rubem Cesar Fernandes, pelas pistas sempre iluminadoras e pela permanente e fraterna solidariedade. O presente artigo foi publicado originalmente em Sinais dos Tempos, Diversidade Religiosa no Brasil, volume organizado por LeilahLandim, ISER, 1990, e, posteriormente, em meu livro O Rigor da Indisciplina; ensaios de antropologia interpretativa (editora Relume Dumará, 1994).

características do fenômeno são assim tão “novas”; por outro lado, são conhecidas as ciladas ardilosas que a idéia de “consciência” pode conter; além disso, mesmo apresentando dimensões religiosas importantes, o fenômeno nem sempre pode ser descritocomo pura e simplesmente “religioso”. Todavia, as cautelas e qualificações não contrariam o reconhecimento de que há um fenômeno; e um fenômeno, eu acrescentaria, significativo, isto é, relevante, dos pontos de vista sociológico e antropológico, na medida em que problematiza os rumos do desenvolvimento cultural da modernidade, de um modo mais amplo, e da sociedade brasileira, em particular.Proponho que se defina da seguinte forma o fenômeno, objeto de nossa investigação, no ISER, nos últimos 18 meses: indivíduos de camadas médias urbanas, em geral com acesso a bens culturais razoavelmente sofisticados, representativos de trajetórias identificadas, em boa medida, com o programa ético-político moderno típico — não raro com passagens pelo divã psicanalítico e pela militância partidária — ecom experiências existenciais que 68 consagrou e resumiu, no imaginário histórico; indivíduos, portanto, “liberados”, “libertários”, “abertos” e críticos da tradição — sobretudo do “fardo repressivo” das tradições religiosas -, sujeitos exemplares do modelo individualista-laicizante, sintonizados com o cosmopolitismo “de ponta” das metrópoles mais “avançadas”, sentem-se crescentemente atraídos pelafé religiosa, pelos mistérios do êxtase místico, pela redescoberta da comunhão comunitária, pelos desafios de saberes esotéricos, pela eficácia de terapias alternativas e da alimentação “natural”. Meditação, contemplação, busca de “equilíbrio consigo mesmo, com a natureza e com o cosmos” encontram ênfase inusitada e contrastam com o declínio de posturas rebeldes ativas, antes valorizadas. O“holismo” místico-ecológico substitui, para esses indivíduos — errantes do novo século, como provavelmente gostariam de ser chamados -, o clamor das


Professor da UERJ e da ESPM; Secretário de Valorização da Vida e Prevenção da Violência do Município de Nova Iguaçu. luizeduardo.soares@terra.com.br 2

“revoluções” social e sexual. Sua vocação tornou-se antes alternativa que revolucionária, e oideal de unidade cósmica suplantou projetos passionais, restritos ao “século”. O sexo passa a ser tematizado a partir de uma categoria mais ampla, capaz de conectá-lo à estrutura cosmológica: energia; a igualdade social cede lugar à fraternidade comunitária; a liberdade converte-se em libertação espiritual transcendente. A própria idéia de conservação retoma dignidade, dado que a devastação...
tracking img