Epidemiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Epidemiologia - Aula 2 - Profa. Me. Lisângela Cristina de Oliveira
Introdução
Para melhor entendimento do processo saúde-doença serão abordados conceitos importantes para o estudo desses processos, como a definição de saúde e de doença e a importância da dor dentro do contexto cultural e como estímulo para a investigação de suas causas para o alívio do sofrimento.
É importante perceber quemesmo diante de modelos diferentes de descrição do processo saúde-doença, o foco principal deve ser o trabalho voltado para a prevenção, principalmente a prevenção primária, que está baseada na promoção e na proteção da saúde.
EPIDEMIOLOGIA E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
Definindo saúde e doençaA palavra saúde é originada do latim salus, que quer dizer: o atributo principal dos inteiros, íntegros,intactos. A definição atual da para saúde, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é um estado completo de bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. Portanto, qualquer situação que altere algum desses parâmetros do indivíduo ou população seráconsiderada um estado de doença. Logo, um estado pleno de saúde está cada dia mais difícil de ser atingido, visto que osindivíduos a cada dia se deparam com problemas em algum dos aspectos avaliados pela OMS.
Doença também é uma palavra derivada do latim, dolentia, derivada de dolor e dolore, que significa dor e doer. O adoecer pode estar ligado a um “mal-estar” que vem de moléstia, e indica sentimento ou percepção subjetiva do sofrimento. No entanto a dor talvez seja ao longo da história o sentimento que maisperturba e que denota um quadro de doença quando aparece como sintoma.
A dor é percebida de forma diferente por diferentes grupos sociais e culturais, que por sua vez responderão a ela à sua maneira. Essa percepção e resposta dos indivíduos à dor de forma desigual se dão tanto em si quanto nos outros, sendo o fator sociocultural uma das principais influências no modo como as pessoas comunicam suador. Quando as pessoas comunicam a um profissional da saúde, este deve levar em consideração esses fatores, pois o ajudará a conduzir o caso de forma mais efetiva.
Um exemplo simples, prático e fácil para observar as diferentes maneiras de expressar e relatar a dor é analisar como homens e mulheres relatam um mesmo quadro de dor. Existem ainda as variações intrínsecas que estão ligadas ao própriolimiar de dor que é determinado por reações bioquímicas e fisiológicas –cada indivíduo tem seu próprio limiar de dor em decorrência dessas variações.
Fisiologicamente a dor pode ser considerada “um dos sinalizadores para chamar a atenção, nos casos de lesão em tecidos ou um desequilíbrio do funcionamento fisiológico”. Portanto,a dor está ligada a um processo patológico, que é o conjunto desinais e sintomas característicos que podem afetar todo o organismo ou parte dele. Nesse processo pode-se conhecer ou não a etiologia, a patologia e o prognóstico da doença.
Acompanhe mais sobre esse assunto no vídeo a seguir.
Para o melhor entendimento do processo saúde-doença serão abordados os quatro principais modelos desse processo. Em primeiro lugar o modelo biomédico, seguido pelos modelosprocessual, sistêmico e sociocultural.
MODELOS DO PROCESSO SAÚDE-DOENÇA
Modelo biomédico
Nesse modelo a doença é definida como: “falhas ou desajustes nos mecanismos que levam à adaptação do organismo ou quando não há reação diante da exposição deste ao estímulo”. Esse modelo aborda o processo segundo a perspectiva da patologia e da clínica médica, as quais são importantes para definir a origem eo tempo da doença.
Diante da perspectiva patológica os mecanismos etiopatogênicos serão valorizados, ou seja, aquilo que causa a doença irá definir se esta é uma doença infecciosa ou nãoinfecciosa. Na clínica médica aborda-se a semiologia e a terapêutica baseada nos sinais e sintomas apresentados pelo doente, que definirá os quadros de doença aguda ou crônica.
Portanto, segundo a...
tracking img