Epidemiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3452 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Epidemiologia

MEDINDO
SAÚDE E DOENÇA

Medindo a saúde e a doença
A saúde contribui efetivamente para a qualidade de vida do
indivíduo e da população, mas também componentes sociais
como o saneamento básico, a água tratada, a despoluição do ar
(responsáveis pelo homem) se fazem de grande importância para
manter um alto nível de saúde nesta mesma população, ou seja, o
homem éresponsável pela qualidade da sua saúde.

Estado de saúde da população

Medir saúde e doença
• Medir saúde e doença é fundamental para a
prática da epidemiologia.
• Diversas medidas são utilizadas
caracterizar a saúde das populações.

para

Medidas de saúde
• Existe dificuldade de medir saúde
• Para avaliar o nível de saúde de uma
população buscam-se os dados negativos
(não-saúde):MORTE, DOENÇA E AGRAVOS

• “Saúde é um estado de completo bem-estar
físico, mental e social e não apenas a mera
ausência de doença”.
• O termo “doença” compreende todas as
mudanças desfavoráveis em saúde, incluindo
acidentes e doenças mentais.
• Várias medidas da ocorrência de doenças são
baseadas nos conceitos fundamentais de
incidência e prevalência.

• Um importante fator a considerarno cálculo das
medidas de ocorrência de doenças é o total de pessoas
expostas.
– ou seja, indivíduos que podem vir a ter a doença.
– Idealmente, esse número deveria incluir somente
pessoas que são potencialmente suscetíveis de
adquirir a doença em estudo.
• Por exemplo, os homens não deveriam ser incluídos no
cálculo da ocorrência de câncer de colo uterino.

População de risco noestudo de
carcinoma de colo uterino

População de risco
• As pessoas susceptíveis a determinadas doenças
são chamadas de população em risco e podem
ser estudadas conforme fatores demográficos,
geográficos e ambientais.
• Por exemplo, acidentes de trabalho só ocorrem
entre pessoas que estão trabalhando. Assim, a
população em risco é constituída somente por
trabalhadores.

Risco e Fator deRisco
• Devido ao seu caráter eminentemente observacional,
a lógica da epidemiologia estrutura - se em torno de
um conceito fundamental – RISCO - e de um conceito
correlato – FATOR DE RISCO.
• De modo simplificado podemos dizer que o objeto da
epidemiologia é “o risco e seus determinantes”.
.

Risco
• É o conceito epidemiológico
matemático de probabilidade.

do

conceito

• É aprobabilidade de ocorrência de uma doença,
agravo, óbito ou condição relacionada à saúde
(incluindo cura, recuperação ou melhora), em
uma população ou grupo, durante um período
determinado.

Risco
• A definição epidemiológica de risco compõe-se
obrigatoriamente de três elementos:
– ocorrência de casos de óbito-doença-saúde
(numerador)
– base de referência populacional (denominador)
–base de referência temporal (período)

Fator de risco
• Pode ser definido como o atributo de um grupo
da população que apresenta maior incidência de
uma doença ou agravo à saúde em comparação
com outros grupos definidos pela ausência ou
menor exposição a tal característica.

Fator e marcador de risco
• Fator de risco – cujo efeito pode ser prevenido
(sedentarismo, obesidade, fumo,colesterol sérico,
contraceptivos orais para a doença coronariana)
• Marcadores de risco – atributos inevitáveis, já dados,
cujo efeito encontra-se, portanto, fora da
possibilidade de controle (sexo e grupo étnico para
d.coronariana).

Fontes de informação
• Sistemáticas:
censos demográficos
sistemas de informação em saúde
registros de doenças, policiais, etc.

• Assistemáticas:Levantamentos especiais (população total ou amostra)

• Dados primários e dados secundários

Medindo a saúde e a doença
• Avaliar o nível de saúde de uma população se faz importante,
• pois é através dessa medida, que poderá se diagnosticar o que vem
causando um baixo nível ou um alto nível da saúde em uma determinada
população,


onde a partir de então, se terá condições de se estudar,...
tracking img