Entre o caminho da selva escura e

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Divina Comédia e a A Máquina do Mundo, são composições distintas onde cada poeta mostra sua visão do mundo, desmitificando-o em seu funcionamento; ambos exprimem a filosofia de seu tempo em suas obras. Dante está próximo dos medievais, sua visão é do pós vida, ele cria uma obra de estrutura divinizada vista por ele (o poema), onde mostra o mundo ordenado por Deus e onde cada homem recebe aquiloque lhe cabe. Drummond, pós-moderno, cria a quase epifânica A Máquina do Mundo, onde seus mistérios se abrem para o autor desmistificando seu funcionamento; neste, o poeta recusa o religioso, continua seu caminho como ser humano do pensamento pós moderno, sem um Deus que o determine, sozinho, abandonado de mãos tremulas pela contemplação de sua solidão desoladora. Em ambos, a máquina se abre paracompreenção do homem (como apreciação de Deus) durante o percurso do caminho, da vida, da reflexão; no caso de Dante, no final ele está ao lado do divino; no de Drummond, o final é a sua recusa, onde o religioso é reduzido ao metafísico, onde o contato está para além das possibilidades humanas.
         No pensamento de Agostinho, filósofo medieval, o livre arbítrio passa para o homem ainputação de suas ações no mundo (elas não são de Deus), na D.C., o homem precisa limpar-se de seus pecados, para que assim, possa contemplar Deus; o homem é um ser imperfeito que ao percorrer o caminho da sua vida pela via certa pode ascender. No A Máquina do Mundo, é como em Kant, o homem está livre enquanto ser racional para agir, cabe à ele a escolha de suas ações e criar suas próprias leis; ele éindependente de Deus para efetuar uma ação de cunho racional moral (tem a capacidade de saber aquilo que deve ser feito); o ser suprumemo, aqui, é destituido da organização do mundo pela capacidade que homem tem de saber o que deve ser. O metafísico não pode interferir mais em nosso mundo, Deus é separado do plano material conhecível ao homem, e passa a ser acessível a nós unicamente através dointelecto, não pode ser comprovável empiricamente. A moral está no âmbito da vida do homem, só à ele ela cabe, e não à Deus.
Na obra de Dante ele se retrata num caminho, ainda vivo, que o leva aos seres após a sua morte, (a fantasmas com suas memórias) percorrendo-o vê que cada alma tem seu lugar (inferno, purgatório e paraíso) de acordo com a vida que tiveram. As almas seguem uma organização divina,perante ela os homens são conduzidos a seus devidos lugares pela imputação que lhe cabe do uso de seu livre arbítrio, pela justiça divina que pune ou recompensa cada um de acordo com seu mérito. Assim como podemos ver no pensamento de Tomás, onde homem tem liberdade para agir (bem ou mal), essa liberdade de escolha que coloca cada homem em seu lugar na obra de Dante. Na ordem vista pelo poeta Deusorganizou o mundo pós vida em: inferno e purgatório, que é onde estão as almas de vidas penadas; e paraíso, onde estão os bem aventurados, almas que podem ver Deus, que num pensamento cristão significa estar face à felicidade, à um estado pleno, disposto aos humanos unicamente no pós vida. O mundo físico é considerado um mundo impuro, daquilo que é corruptível. O supra lunar, que está pra além daterra, está para além da superficialidade do material, é onde as coisas são perfeitas. O fim da obra de Dante mostra que um homem que foi capaz de superar o estado de miséria da condição humana, ser imperfeito, e ser conduzido para um estado de felicidade, conduzido à glória eterna pelo caminho reto do divino. O caminho percorrido por Dante no meio de sua vida passa pelo inferno, purgatório eparaíso, para limpar-se de certas impurezas que haviam em homens de seu período, encontrar-se com sua amada, e mais ainda, encontra-se com Deus. Essa ascensão ocorre pela sua escolha ao traçar seu caminho saindo da condição de perdido  à condição de caminhante reto pelo chamado com finalidades divinas, as suas ações que determinam quem ele é, e o coloca apto à clarificação, onde sai da sua...
tracking img