Engenheiro agronomo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1555 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução
2. Exigências Climáticas
3. Solo
4. Botânica
Taxonomia
Morfologia
5. Preparação do solo
6. Adubação
7. Cultivares
8. Época de plantação
9. Formas de propagação
10. Plantação
11. Tratos Culturais
Retancha
Rotação
Controlo de infestantes
12. Irrigação
13. Colheita













1. INTRODUÇÃO
A batata-doce é uma hortaliçatuberosa muito cultivada em todo o país. É uma planta rústica de ampla adaptação, alta tolerância à seca e de fácil cultivo. É originária da América Central ou nordeste da América do Sul. Foi introduzida na Europa por Colombo e difundida na África pelos portugueses e espanhóis. É largamente cultivada entre as latitudes 40 N e 40 S.
A batata-doce é cultivada em todas as províncias de Moçambique empequenos campos, como uma cultura complementar; é consumida geralmente na forma fresca. As folhas são geralmente usadas como verduras para molhos.
Em algumas zonas, a batata-doce é também cultivada na época seca em zonas baixas, ou a seguir à colheita do arroz.
A produtividade média nacional é baixa (aproximadamente 4 ton/ha), variando porém de 2-10 ton/ha. Em diversos países o rendimentomédio aproximadamente 20 ton/ha. Variedades do IITA-Nigéria introduzidas em Moçambique têm um potencial de 50-70 t/ha, em condições de crescimento favoráveis.
A batata-doce é fonte de energia, minerais e vitaminas. (ver tabelas em anexo).

2. EXIGÊNCIAS CLIMÁTICAS
A batata-doce é uma planta tropical, exige temperaturas relativamente altas e não tolera geadas.
Para um bom desenvolvimentovegetativo, a planta requer uma temperatura média maior que 24 ºC, alta luminosidade, fotoperíodo longo e humidade suficiente no solo. Temperaturas médias de 20-24 ºC combinadas com menor luminosidade, fotperíodo curto e menor humidade no solo favorecem o desenvolvimento das raízes tuberosas. Em temperaturas inferiores a 10 ºC, o crescimento vegetativo reduz-se ou paralisa-se e a produtividade decresce.
Abatata-doce produz bem em regiões com 750 a 1000 mm anuais de chuva ou com 500 a 600 mm durante o ciclo da cultura. Não tolera encharcamento; em condições de excesso de humidade no solo forma raízes tuberosas finas e alongadas.

3. SOLO
Os solos ideais para a batata-doce são os mais leves, soltos, bem estruturados, bem drenados e com bom arejamento. Contudo, pode produzir-se em qualquer tipode solo desde os francos arenosos até os mais argilosos.
Em solos encharcados ou muito húmidos, consequentemente com arejamento deficiente, a formação das raízes tuberosas é retardada.
O excesso de humidade, matéria orgânica e Nitrogénio promove grande multiplicação de ramas e pouca formação de raízes tuberosas.
Solos compactados, muito argilosos e mal preparados causam alterações no formato dasraízes tuberosas e queda na produtividade.
O pH ideal do solo está compreendido entre 5,6 e 6,5; porém, tolera variação de acidez, podendo crescer e produzir em solos com pH entre 4,5 e 7,5.

4. BOTÂNICA
4.1. Taxonomia
A batata-doce pertence a família convolvulaceae e de espécie Ipomoea batatas.
Botanicamente é uma cultura perene, porém, é usualmente cultivada como anual.

4.2. MorfologiaÉ uma planta trepadeira herbácea. Pode viver muito tempo no solo, sem ser colhida, mas as raízes comerciais perdem o valor alimentar e comercial pois engrossam demasiadamente e decompõem-se.

❖ Caule
Os caules da batata-doce crescem geralmente prostrados, possuem nós a intervalos regulares donde se desenvolvem as raízes e os rebentos, enquanto o rebento terminal continua a crescerhorizontalmente. Os caules são geralmente chamados “ramas”. São finos, podendo ser de crescimento erecto ou prostrado. Podem ser lisos ou com pêlos, e variam de verde claro a vermelho vivo, dependendo da variedade e da idade.

❖ Folhas
As folhas são alternas, ocorrem ao longo das ramas ligadas a estas pelos pecíolos. Os pecíolos variam entre 5 e 30 cm de comprimento. Elas têm a capacidade de...
tracking img