Engenharia meanica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE ENGENHARIA DE PIRACICABA
FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO

ENGENHARIA MECÂNICA

Processo de corte oxi-gás.

Alunos:
Agnaldo R. Veneri .......................RA: 206070118
Fabio F. Brancati .........................RA: 200070120
Andre Luis Regonha ....................RA: 200070147
Cristian Rodeghel ........................RA: 200070729TECNOLOGIA E METALURGIA DA SOLDAGEM

PIRACICABA
AGOSTO - 2010
Processo de corte oxi-gás.

Alunos:
Agnaldo R. Veneri .......................RA: 206070118
Fabio F. Brancati .........................RA: 200070120
Andre Luis Regonha ................... RA: 200070147
Cristian Rodeghel ........................RA: 200070729

PROFº. ERIVELTO MARINORelatório da aula prática de processo de corte oxi-gás da disciplina de Tecnologia e Metalurgia da soldagem do Curso de Engenharia Mecânica EEP\FUMEP

SUMÁRIO


1. Objetivo da prática 4
2. Introdução 4
2.1. Tipos de Fornos 5
2.1.1. Fornos Revérberos 5
2.1.2. Fornos a Cadinho 5
2.1.3. Fornos de Indução 6
2.1.4. Forno “Cubilô” 6
2.1.5. Forno Elétrico a Arco 8
3. Descriçao da pratica10
3.1. Equipamentos 10
3.2. Procedimento 10
4. Apresentação dos resultados 12
5. Análise dos resultados 12
6. Questionario proposto 13
6.1. Quais as razões de se utilizar os massalotes e/ou montantes? Quando é que devem ser utilizados? 13
6.2. O que é e quando são usados os desmoldantes? Quais os tipos de desmoldantes mais utilizados? 14
6.3. Explicar os seguintes itens: 15
6.4. Quais ostipos de aditivos e aglomerantes usados na mistura de moldagem? 16
7. Conclusão 18
8. Referência Bibliográfica 19



LISTA DE FIGURAS

Fig. 1 Forno “cubilô” para fusão de ferro fundido (Vicente Chiaverini,1986 - pág.43) 7
Fig. 2 Forno elétrico a arco (Vicente Chiaverini,1986 - pág. 46 9





Objetivo da prática
Verificar o funcionamento do processo de corte de chapasmetálicas através dos equipamentos de corte a plasma e oxi-gás. Observando todo o processo desde a preparação dos equipamentos como dos materiais a serem cortado. Sempre observando as questões relacionadas à segurança, principalmente por se tratar de equipamentos que exigem uma série de cuidados em função de se trabalhar com produtos perigosos, como oxigênio e acetileno.

1. Introdução
O oxi-corte éum dos processos de corte que se fundamenta na erosão do material por meio da ação do calor (erosão térmica). Neste processo, a erosão térmica que vai promovendo o corte, surge de uma reação do oxigênio com o metal a alta temperatura. Para a realização do corte, o metal deve ser aquecido até uma temperatura chamada "temperatura de ignição". Em seguida, o metal é exposto a um jato de oxigênio puroque causa sua oxidação. Esta reação do oxigênio com o metal produz uma quantidade de calor suficiente para fundir o óxido formado, que é arrastado pelo oxigênio, promovendo assim a separação do material. No oxi-corte, a energia é gerada por uma mistura de oxigênio e gás combustível. Existem muitos gases carburantes que podem ser utilizados no processo, tais como hidrogênio, butano, propano eacetileno. Entretanto, a grande maioria deles apresenta baixa capacidade térmica, mesmo na mistura com oxigênio.
Os gases são fornecidos em cilindros produzidos para uso imediato, como no caso do acetileno e do hidrogênio. O acetileno é um gás que se destaca pela alta potência da sua chama e alta velocidade de inflamação. Todo metal capaz de reação química com o oxigênio e com ponto de fusão do óxidoinferior ao ponto de fusão do metal pode ser cortado pelo processo oxiacetilênico. A presença de elementos químicos nos aços-liga influencia a oxicortabilidade do metal.

1.1. Corte a gás (oxi- corte)
Pode-se definir o oxi-corte figura 01, como “um processo de seccionamento de metais pela combustão localizada e contínua devido à ação de um jato de O2 de elevada pureza, agindo sobre um ponto...
tracking img