Empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (863 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DALTON AQUINO.
801.
25/09/2012

ATOS ADMINISTRATIVOS – EXERCÍCIO AVALIADO – Valor: 5,0 pts.

1. Assinale a opção incorreta no que se refere à revogação de atos administrativos.
a) Ao PoderJudiciário é vedado revogar atos administrativos emanados do Poder Executivo.
b) Os atos que geram direitos adquiridos não podem ser revogados.
c) Os atos discricionários são, via de regra,suscetíveis de revogação.
d) Os atos que exauriram seus efeitos podem ser revogados, desde que motivadamente.
Justifique fundamentadamente.
A REVOGAÇÃO OCORRE APENAS QUANDO HÁ CONVENIÊNCIA E OPORTUNIDADE2. Um ministro de Estado, após o recebimento de parecer opinativo da consultoria jurídica do Ministério que chefia, baixou portaria demitindo determinado servidor público federal. Considerando essasituação hipotética e o conceito de ato administrativo, assinale a opção correta.
a) O motivo, na hipótese, é o parecer da consultoria jurídica do Ministério.
b) O ato de demissão do servidor não épassível de anulação pelo Poder Judiciário, visto que a valoração acerca da existência, ou não, da infração é tema que compete exclusivamente ao Poder Executivo.
c) O ato opinativo, como o parecer dareferida consultoria jurídica, por não produzir efeitos jurídicos imediatos, não é considerado ato administrativo propriamente dito. Dessa forma, será ato administrativo o ato decisório que o acolha ourejeite, mas não o parecer, que é considerado ato da administração.
d) O ato de demissão é ilegal por ter sido proferido por autoridade incompetente, haja vista que a delegação de poderes, nessahipótese, é vedada.
Justifique fundamentadamente.
Atos da administração não se confundem com atos administrativos.

3. Ato de Prefeito Municipal deferiu o reajuste tarifário referente ao serviço dedistribuição de água, prestado por uma empresa privada, concessionária desse serviço. Tem o Poder Judiciário competência para aferir se é abusivo ou não esse reajuste tarifário, deferido pelo poder...
tracking img