Empresa voe azul

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1310 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Parte superior do formulário
[pic]EMPRESA
Conheça a empresa
Uma nova empresa para um novo Brasil
Nasce uma nova companhia aérea em nosso país: Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A empresa pretende iniciar seus vôos domésticos a partir de janeiro de 2009. Até 2013, a companhia deverá servir as principais cidades brasileiras, com uma frota de 76 jatos da Embraer 195. A Azul encomendou de 76 jatosEmbraer 195, entre encomendas firmes e opções de compra. Somente as encomendas firmes representam um investimento de US$ 1,4 bilhão. O valor total do negócio pode chegar a US$ 3 bilhões, caso todas as opções sejam confirmadas. A empresa é liderada pelo fundador da JetBlue, David Neeleman. Ele criou aqui, em seu país de nascimento, sua quarta empresa aérea. Neeleman conta com US$ 150 milhões parainvestir na nova empresa, cuja sede administrativa fica em São Paulo.
Melhores serviços: você quer, você merece
O serviço em solo e a bordo será superior ao que hoje é oferecido no Brasil. Começando pelos canais de venda, mais fáceis de acessar, seja no seu computador ou através dos Agentes de Viagens. No aeroporto, totens de auto-atendimento, equipes simpáticas e bem treinadas, poucas filas.Mais do que nossa meta de trabalho, esse será nosso padrão. Ao embarcar na frota mais moderna do Brasil você terá, além de mais espaço individual, escolha na hora de comer e beber. É você quem vai decidir o que quer e quanto quer. Uma generosa seleção de bolachas, salgadinhos, doces e outros snacks serão oferecidos por nossas tripulações em simpáticas cestas. Pode se servir à vontade. Em nossaempresa, você escolhe. Nada melhor para fazer o tempo voar do que assistir uma TV, certo? Então vamos ter monitores individuais em cada poltrona. Seremos os primeiros a oferecer TV ao vivo em todos os vôos. Os passageiros vão poder assistir jogos de futebol, novelas, noticiários, de canais abertos ou a cabo, a 36.000 pés de altitude.
Para onde a nova companhia vai voar
Em cinco anos, a Azul pretendevoar para as principais cidades do Brasil, unindo esses mercados com múltiplas freqüências diárias sem escalas. Essa estratégia permitirá, por exemplo, aos executivos de centros fora do eixo Rio – São Paulo, partirem e voltarem para suas cidades de origem no mesmo dia. Hoje, as pessoas que vivem fora de São Paulo, Brasília e Rio, simplesmente não contam com serviços sem escalas de e para as grandescidades brasileiras. A Azul vai mudar essa situação.
Um mercado a ser explorado
O Brasil é a segunda maior economia nas Américas – e décima maior economia no mundo – mas apenas 5% dos seus habitantes voam com regularidade. As passagens aéreas custam em média 50% a mais do que nos Estados Unidos em distâncias equivalentes. Como conseqüência, há uma tremenda oportunidade para ser explorada,através de passagens mais baratas. "Nossa meta é estimular os 150 milhões de passageiros em potencial que viajam em ônibus interestaduais, assim como aqueles que deixam de voar por não contarem com alternativas convenientes de transporte", afirmou Neeleman. "Acreditamos que há espaço para uma terceira empresa aérea de grande porte no Brasil. Acreditamos que há um potencial de tráfego não servido quepermite a exploração do mercado tanto por nossa empresa como pelas concorrentes".
Acima de tudo, segurança
O jato escolhido para equipar a frota, o Embraer 195, não é apenas o mais confortável ou o mais avançado avião na categoria. Na configuração escolhida pela Azul, será uma das mais seguras aeronaves em operação em todo o mundo. Cada um deles será equipado com dois dispositivos moderníssimos, osHUD – Head Up Displays – que permitirão um significativo aumento na segurança operacional. Eles funcionam projetando informações fundamentais sobre os vidros adiante dos pilotos. Desta forma, eles podem trabalhar com mais segurança, sobretudo em condições de baixa visibilidade. A Azul será a única no mundo a operar com HUDs duplos, para ambos os pilotos, em 100% da frota. Mais uma inovação...
tracking img