Empreendedorismo juvenil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4251 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Guarda Mirim de Suzano

EMPREENDEDORISMO JUVENIL

Nomes: Turma:

Juan Junior J
Lucas do Valle J
Luan Carlos J
Emanuel Souza J
TatianeCristina I
Carlos I

Jovens empreendedores: perfil, dificuldades na gestão e

perspectivas dos empreendimentos

MICHEL ANDRÉ FELIPPE SOARES (UEM)
HILKA PELIZZA VIER MACHADO (UEM)

ISSN1518-4382
| |

REFERÊNCIA:

SOARES, Michel André Felippe; MACHADO, Hilka Pelizza
Vier. Jovens empreendedores: perfil, dificuldades na gestão
e perspectivas dos empreendimentos In: EGEPE –
ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE
EMPREENDEDORISMO E GESTÃO DE PEQUENASEMPRESAS. 4. 2005, Curitiba, Anais... Curitiba, 2005, p.
305-312.

Resumo

A ocupação de jovens entre 18 e 24 anos de idade é atualmente um assunto discutido por organismos nacionais e internacionais. Promover a inserção do jovem no mercado de trabalho, tendo em vista a redução dos postos de trabalho, tornou-se um desafio. O empreendedorismo é uma das formas que vem sendo recomendada parasolução desse problema. Em razão desse fato, o número de empreendedores nessa faixa etária está aumentando, embora não existam estatísticas oficiais. Sabe-se, contudo, que há limitações, tais como as apontadas pela Organização Internacional do Trabalho, no que se refere à falta de crédito ou de experiência dos jovens. A fim de contribuir para a compreensão do desempenho e das possibilidades de êxitode jovens no exercício do papel empreendedor, este estudo exploratório teve como objetivo conhecer as dificuldades e visão de futuro de jovens empreendedores. Participaram dele 16 empreendedores, integrantes de uma rede de jovens empresários em um município norte paranaense. O resultado é uma síntese do perfil dos empresários, das empresas, bem como das dificuldades encontradas e a visão de futurodos negócios. O perfil é marcado pela elevada formação escolar, enquanto a visão reflete o desejo de crescimento dos negócios e perspectivas de melhoria tecnológica, evidenciando o potencial juvenil na criação e crescimento de empresas. Sobre as dificuldades, eles enfatizaram a falta de mão-de-obra qualificada e a dificuldade de obter recursos financeiros, principalmente.
1. INTRODUÇÃO
Novasdimensões no mundo do trabalho são derivadas de transformações na economia, bem como
na demografia mundial, dentre outros fatores. Observa-se, na atualidade, que os níveis de inovação atingidos nos processos de produção de bens e serviços resultam em exigências maiores nos postos de trabalho, mas também em números menores de vagas. Concomitantemente, o aumento da longevidade tem provocadoalterações nas relações de trabalho. De forma resumida, esse panorama vem guiando a colocação de indivíduos no mercado de trabalho, sendo que os jovens que ingressam nesse mercado têm consciência que o nível de exigência é contínuo e crescente.
Dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho) revelam que há uma incidência considerável de desemprego entre os jovens, na faixa de 19 a 24 anos de idade.Na legislação brasileira o trabalho é permitido aos jovens a partir de 14 anos de idade, na condição de aprendizes, conforme estabelece a Lei 10.097, de 19 de dezembro de 2000, condição que se prolonga até os 18 anos. Como também no Brasil os índices de desemprego para os jovens entre 18 e 24 anos são elevados, algumas políticas públicas vêm sendo implementadas, com vistas a suprir essa...
tracking img