Embolia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5213 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

FUNDAÇÃO COMUNITÁRIA TRICORDIANA DE EDUCAÇÃO
Decretos Estaduais n.º 9.843/66 e n.º 16.719/74 e Parecer CEE/MG n.º 99/93
UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE DE TRÊS CORAÇÕES
Decreto Estadual n.º 40.229, de 29/12/1998

Patologia Clínica I

[pic]

Betim-MG
2011
[pic]
FUNDAÇÃO COMUNITÁRIA TRICORDIANA DE EDUCAÇÃO
Decretos Estaduais n.º 9.843/66 e n.º 16.719/74 e Parecer CEE/MGn.º 99/93
UNIVERSIDADE VALE DO RIO VERDE DE TRÊS CORAÇÕES
Decreto Estadual n.º 40.229, de 29/12/1998

Discentes: Aline Freitas Santos; Luciana Dias Lucas; Adriane Maria da Silva; Kauê Guimarães.

Distúrbios Circulatórios

Embolia

Apresentação da Atividade exposta na disciplina de Patologia Clínica I, realizado por discentes do 3.º Período do Curso deEnfermagem da Universidade Vale do Rio Verde – UNINCOR – Campus de Betim do turno noturno.

Professora Responsável: Izabel Mattos.

Betim-MG
2011

SUMÁRIO

1. Introdução ------------------------------------------------------------------------------------04
2. Embolia – Definição ------------------------------------------------------------------------053. Tipos de Embolia ---------------------------------------------------------------------------05
4. Tipos de Êmbolo ----------------------------------------------------------------------------06
5. Embolia Sistêmica --------------------------------------------------------------------------08
6. Embolia Pulmonar--------------------------------------------------------------------------10
7. Embolia de Líquido Amniótico -----------------------------------------------------------16
8. Embolia Aérea ou Gasosa ------------------------------------------------------------------18
9. Embolia Gordurosa -------------------------------------------------------------------------19
10. Conclusão------------------------------------------------------------------------------------22
11. Referências Bibliográficas -----------------------------------------------------------------23

1. INTRODUÇÃO

Um êmbolo é, geralmente, um coágulo sanguíneo (trombo), mas podem também existir êmbolos gordos, de líquido amniótico, da medula óssea, um fragmento de tumor ou uma bolha de ar que se desloca através da corrente sanguínea até obstruir um vaso sanguíneo.Inevitavelmente, os êmbolos alojam-se em vasos que por serem pequenos demais não possibilitaram sua passagem, levando à oclusão parcial ou completa do vaso.

A embolia pulmonar causada por trombos nas veias não é a única forma de embolia, mas é a mais freqüente. Pessoas que sofrem fraturas expostas (com exposição do osso) podem ter a liberação da gordura que está dentro do osso para acorrente sanguínea. A gordura poderá chegar aos pulmões, configurando o quadro que chamamos de embolia gordurosa. Há outro tipo de embolia que pode acontecer em pessoas que usam drogas de abuso nas veias. Nestes casos, algum corpo estranho (objeto diminuto) pode chegar nos pulmões pela circulação, após a injeção da droga, e causar uma embolia. Existe também um tipo de embolia muito infreqüente queocorre nas mulheres grávidas no momento do parto, chamada embolia pulmonar pelo líquido amniótico.

2. EMBOLIA – DEFINICÃO

É denominada embolia ou embolismo a obstrução de um vaso (seja ele venoso, arterial ou linfático) pelo deslocamento de um êmbolo até o local da obstrução, que pode ser um trombo, denominando-se então tromboembolia, tecido adiposo denominando-se embolia gordurosa, ar,que chamamos de embolia gasosa ou um corpo estranho como embolias iatrogênicas por pontas de cateter. A obstrução do vaso pode levar a complicações mais evidentes a jusante, no caso de embolias em artérias ou a montante, no caso de acometimento de veias ou vasos linfáticos.

A causa mais comum e evitável de morte em pacientes hospitalizado é o tromboembolismo pulmonar. A maioria dos casos...
tracking img