Elogio da loucura(resumo)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (498 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha sobre o Elogio da Loucura
Erasmo de Rotterdan



Professor Eduardo José Afonso
História Moderna
Ana Fernanda Zamana Zitelli-Diurno





Desidério Erasmo, ou Erasmo de Rotterdan,nasceu em Rotterdan em 1466, consagraçou como sacerdote em 1492. Obteve permissão de ir estudar em Páris onde se tornou doutro teólogo.
Escreveu o livro "o Elogio da Loucura" na casa de seu amigoMore, a quem ele dedica o livro e diz fazê-lo para ao menos lhe causar divertimento. Escreve o livro com o motivo de críticar a sociedade sem ofender ninguém em particular.
O livro começa com aloucura falando diretamente com o leitor como se estivesse em uma palestra e ela se apresentando, mostrando a sua família e seu início, diz ser uma deusa responsável pela felicidade do mundo , filha dePlutão e nascido do prazer e do amor livre, já que seus pais não eram unidos pelo laço matrimonial.
Essa deusa prefere os estúpidos e preguiçosos e despreza os eruditos e intelectuais, pois acredita queestes homens entrsitecem o mundo. Erasmo tendo essas duas últimas características para ironizar a falta de valorização que estes sofriam e sofrem da sociedade e a valorização dos tolos e preguiçosos.Essa deusa louca também cita os variáveis tipos de homens que ela consome como os obcecados por dinheiro, poder, religião, farra, bebedeiras, etc. Também cita alguns homens que ela não possui tantainfluência como os artistas e pintores, onde seu serviço já é cheio de loucura e conseguem vender seus trabalhos aos tolos.
Usa de enorme ironia, Erasmo elogia a loucura e até nos leva a crer queela é a alegria da humanidade e esta enraizada em todo homem, e diz que está sempre sorrindo, porém com um sorriso sarcático.
Crítica de maneira dura os fanáticos religiosos, em especial oscatólicos, a religião oficial da época. Ironiza a fé religiosa em santos e a salvação perante a Deus por oração, porém esquecerem a caridade e o amor ao próximo no fim da missa.
Nenhum escapou da sua...
tracking img