Efeitos de choques de oferta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1122 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Matriz de atividade individual*

Módulo: 4-Sistema Monetário Atividade: efeitos de choques de oferta.
Título: Avaliar os efeitos de choques de oferta a partir da depreciação da taxa de câmbio.
Aluno:
Disciplina: Introdução à Economia Turma: 149
Introdução

Taxa de câmbio pode ser definida em temos diretos ou indiretos, podemos definir como termos diretos quando definimos a unidademonetária estrangeira em unidades monetárias da moeda nacional, como exemplo a taxa de cambio USD/EUR está definida de forma direta para habitantes da zona euro, e definida de forma indireta para habitantes da zona do USD. A taxa de câmbio reflete em muito na macroeconomia, principalmente no comercio internacional. Para negociarmos entre países é definida a taxa de cambio entre eles, assim pode-sedeterminar a unidade de moeda de uma país necessária para comprar uma unidade de outro país, ou seja, é o valor de uma moeda sobre a outra.
As implantações de taxas de câmbio refletem na inflação do Brasil e nas empresas nacionais. Hoje o Brasil utiliza o câmbio flutuante, no qual, o valor da moeda é definida pelo mercado, ou seja, pela lei de oferta de demanda, onde a moeda que houver em maiorquantidade terá seu preço reduzido. Países com taxas de câmbio fixa, como a China e o Vietnã até recentemente, cresceram a taxas muito elevadas nos últimos anos, sem enfrentar crises cambiais. Em contraste com isso, a experiência de câmbio fixo do Brasil e da Argentina foram um fracasso.
O câmbio baixo apresenta reflexos positivos, as exportações aumentam consideravelmente, a produção, o emprego e oslucros dos exportadores. Porem o câmbio pode provocar inflações, vistos nos preços e nas quantidades. Reflete também diretamente nos preços dos produtos importados, e produtos internos fica mais caro também, como carne, açúcar, dentre ouros. A baixa cambial aumenta o PIB, bem como aumenta a exportações e diminuem a importações.

Curva de Oferta

Pode-se denominar curva de oferta comorelação entre o valor de um bem e a quantidade desse bem que os produtores estão dispostos a produzir e a vender, mantendo tudo o resto constante.
A curva da oferta quando representada em gráfico tem inclinação positiva, já que quanto maior for o preço do bem, mais quantidade desse bem as empresas estão dispostas a produzir.
Com o aumento dos preços, a produção se tornalucrativa e os produtos exixtentes aumentam a sua produção. Com esse aumento de preços outros produtores passam a entrar para a indústria.
De acordo com a denominada lei da oferta, verifica-se uma relação positiva entre preço e quantidade oferecida, entendida como o conjunto das intenções de venda dos produtores de um determinado produto, independentemente da sua concretização posterior em vendasefetivas. Assim, um aumento no preço de mercado provoca por norma um aumento da quantidade oferecida, enquanto uma diminuição naquele preço tem um impacto negativo nesta. A oferta corresponde assim à soma das intenções de venda dos produtores (empresas) no mercado, sendo que essas intenções apenas se concretizarão em vendas se a procura o permitir.




Os denominados choques de oferta referem-seao excesso/restrição da circulação da moeda em nosso país. Se as pessoas desejarem manter a proporção entre moeda/renda, uma menor renda implicará uma menor demanda por moeda. Se a oferta de moeda não for enxugada pelo governo (ou o emissor em questão, no caso BACEN), haverá um excesso de dinheiro e, consequentemente, inflação. Esse é o mecanismo correto que faz com que os ditos choques "deoferta" gerem (indiretamente) inflações de preço. Indiretamente porque, o que gerou mesmo a inflação de preços foi o excesso de oferta de moeda. Se, mesmo com o choque, as pessoas tivessem mantido sua demanda por moeda em valores absolutos, ou seja, mantido o valor dos seus saldos e não a proporção da renda que queriam como moeda, não teríamos tido inflação de preço alguma.
Os choques de...
tracking img