Edema agudo pulmonar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1378 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SENAC- Unidade Bonsucesso
Curso Técnico de enfermagem

Wagner Pinto
Cintia A. da S. Pinto
Alessandra Menezes
Marcela Lopes
Priscila Ribeiro

Edema Agudo do Pulmão

Rio de janeiro
2012












Wagner Pinto
Cintia A. da S. Pinto
Alessandra Menezes
Marcela Lopes
Priscila Ribeiro

Edema Agudo do Pulmão

SENAC - Unidade Bonsucesso
Curso técnico de enfermagemOrientadora: Profª Luciana

Rio de janeiro
2012








Sumário

Introdução, definição, sinais e sintomas 5

Diagnóstico,tratamento 6

Complicações 7

Cuidados de enfermagem 8

Conclusão 9

Anexo e Referências 10






















Edema Agudo de Pulmão

Introdução

Edema pulmonar agudo constitui emergência clínica e motivo freqüente deinternação hospitalar. O paciente apresenta-se extremamente dispnéico, cianótico e agitado, evoluindo com rápida deterioração para torpor, depressão respiratória e, eventualmente,
apnéia com parada cardíaca. De diagnóstico essencialmente clínico, é fundamental, portanto, que o socorrista esteja habilitado a reconhecer e iniciar o tratamento de tão grave entidade.

Definição

O edema agudo de pulmão éuma síndrome clínica que caracteriza uma emergência médica, caracterizada por um acúmulo anormal de líquidos no interstício e nos alvéolos pulmonares. O que causa muito sofrimento e sensação de morte eminente. As trocas gasosas no pulmão ocorrem entre os capilares pulmonares e os alvéolos. No edema agudo de pulmão, ocorre um acumulo anormal de liquido nos pulmões, por um aumento da pressão sanguíneanesses capilares (hipertensão venocapilar pulmonar), acarretando um deslocamento de liquido do sangue, para o intersticio, e depois para os alvéolos pulmonares.
No edema agudo de pulmão o paciente se afoga com seu próprio sangue.
Um estreitamento da válvula mitral (estenose mitral) pode levar a uma congestão pulmonar e ao EAP, no entanto, a causa mais comum do EAP é a disfunção do ventrículoesquerdo (insuficiência ventricular esquerda), ou seja, uma incapacidade desta câmara em bombear o sangue para fora do coração.
Essa disfunção ventricular pode ser causada pela doença arterial coronariana, em sua forma crônica ou aguda. A disfunção ventricular esquerda ainda pode ter outras causas como HAS, doenças das válvulas cardíacas, doenças dos músculos cardíacos, arritmias cardíacas edistúrbios da condução elétrica do coração, entre outras doenças cardíacas.

Sinais e sintomas

Taquipnéia, taquicardia, palidez, sudorese, cianose, ortopnéia, tosse com expectoração branca ou rósea espumosa, respiração superficial e ruidosa, dispnéia, fáceis de angústia e Hipertensão.





Diagnóstico
O diagnóstico se dá pela descrição dos sintomas de edema agudo de pulmão sendo osprincipais: falta de ar súbita e intensa, tosse seca ou com expectoração, “chio” no peito e dor torácica, e o exame físico, geralmente são suficientes para o diagnóstico da doença. No exame físico, o achado característico é a presença de ruídos anormais nos pulmões, associados a uma diminuição ou ausência do ruído normal do pulmão.
A pressão arterial e o batimento cardíaco poderão estar elevados oudiminuídos, dependendo da causa do edema agudo de pulmão. O eletrocardiograma poderá demonstrar um aumento das câmaras do coração, presença de alterações do ritmo cardíaco e, ainda fornecer indícios sobre a causa do edema agudo de pulmão. A radiografia do tórax também poderá revelar um aumento da área cardíaca e derrame pleural.
O ecocardiograma nos fornece indícios sobre a causa do edema agudo depulmão, bem como o tipo de disfunção ventricular esquerda existente, alteração de relaxamento, diminuição da força de contração ou ambos e uma estimativa da gravidade do quadro.
Exames de laboratório e cardiológicos poderão ser realizados para se determinar a causa da disfunção cardíaca e do edema agudo de pulmão.

Exames complementares:

- ECG:
- Gasometria arterial;
- Hemograma,...
tracking img