Economias criativas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1652 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Economia criativa é a nova economia do século 21, da demanda inteligente, de empreendedores que usam o cérebro para lucrar. É a economia da genialidade de um Steve Jobs, que utiliza da criatividade para gerar empregos melhores, produtos inovadores e crescimento econômico. 
A economia criativa contempla setores que têm sua origem na criatividade, na perícia e no talentodas pessoas. O potencial para a geração de empregos baseia-se na propriedade intelectual. No Brasil, as empresas de pequeno porte são as mais criativas, pois têm uma força de trabalho jovem e instruída.
A economia criativa no Brasil é constituída de 52 mil empresas, com 87,6% dos negócios empregando até 19 funcionários, e 70,2% com até 39 anos.
ECONOMIAS CRIATIVAS


A economiacriativa, que reúne a produção intangível, ligada ao conhecimento e à criatividade, é um conceito novo no Brasil – chegou ao País há menos de dez anos. Desde então, tornou-se um dos temas mais importantes da pauta que une economia, cultura e negócios.
Números divulgados recentemente pelo Ministério do Trabalho apontam, mesmo em tempo de crise, aumento de empregos nas áreas de turismo, hospedageme gastronomia. A arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS) na cidade de São Paulo nesses setores cresceu 7,8% em janeiro e fevereiro, em relação ao mesmo período em 2008. É a força das economias criativas e do negócio do entretenimento, onde cultura, evento, lazer e talentos fazem a diferença.
O fato é que até pouco antes do fim do século 20 vivíamos a era industrial. Os produtos eram amoeda de troca. No século 21 essa moeda passou a ser a ideia. Com a globalização e o advento da internet, o curso do rio mudou, mas muitos gestores ainda não sabem para onde ir. O cliente passou de mero espectador a um "prosumer", produtor e consumidor ao mesmo tempo.
Com isso, passamos a criar um volume de informação gigantesco. As pessoas entretêm umas às outras numa escala global. Todospodem produzir, publicar, reinventar e compartilhar. Tornou-se fácil e rápido obter dados sobre tudo, inclusive os últimos lançamentos, acirrando também a concorrência entre as empresas. Uma cópia nasce quase que instantaneamente e ainda pode ser melhor que a original. Inovar, propor soluções e pensar out of the box passaram a ser o caminho para competir e vencer.
A resposta para o ganho decompetitividade está na inovação que nasce de uma boa ideia, no envolvimento das comunidades, na cultura e no talento criativo. A São Paulo de hoje processa e navega bem por esses caminhos em que a economia industrial dá espaço às chamadas economias criativas.
O autor inglês John Howkins, no livro The Creative Economy (2001), refere-se dessa forma às diversas atividades, em geralculturais, desenvolvidas por indivíduos que exercitam a imaginação, explorando - ou deixando que alguém o faça - seu valor econômico. É toda economia movida a partir do conhecimento físico e das ideias. São os mesmos processos que envolvem criação, elaboração e distribuição de produtos e serviços, mas usando a criatividade e o capital intelectual como principais recursos produtivos. Música, dança, artes,literatura, teatro, cinema, artesanato, moda, design e as novas indústrias digitais fazem parte dessas atividades. E, em um sentido mais amplo, também turismo e gastronomia. Em tudo São Paulo se insere.
Há de se encarar a cultura e a criatividade individual como estratégia para o desenvolvimento, unindo de uma vez por todas o social com o econômico. Temos de avançar em meios de aferir ariqueza cultural e criativa de nossas cidades. O desafio para os economistas ortodoxos é criar uma régua para medir o que representam as economias criativas e tentar monetizar o talento criativo. Mensurar esses valores parece difícil por serem subjetivos e intangíveis. Porém, se pensarmos que sem o cantor não há música e sem ela não existem as indústrias fonográfica, de aparelhos eletrônicos e toda...
tracking img