Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2739 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Economia Ambiental
A análise Econômica Aplicada a Sustentabilidade Ambiental

CV Resumido
Economista (CORECON/PR 6410) Foi presidente do Corecon-PR (Conselho Regional de Economia) - gestão 2005. Diretor de planejamento e informações da Secretaria Municipal de Educação Pós-doutor em Agronegócios pela USP mestre e doutor em engenharia da produção pela UFSC Professor do mestrado acadêmicomultidisciplinar em Organizações e Desenvolvimento da UniFAE Autor de 4 livros:
– – – – – –

Competitividade na Cadeia de Valor (2 ed., Ed. Juruá: 2004) Competitividade & Estratégias Internacionais (Ed. Juruá, 2004) Investimento Estrangeiro Direto (Ed. Forense/ Fundo de Cultura, 2005) Microeconomia Aplicada (Ed. Juruá, 2007) Reflexões sobre o Desenvolvimento Sustentável (Ed. Vozes, 2005), organizadocom Judas Tadeu Grassi Mendes Desenvolvimento Sustentável (Ed. Vozes, 2006).
Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Organizador de 2 obras sobre desenvolvimento sustentável

Autor de vários artigos publicados em periódicos e congressos nacionais e internacionais.

O que veremos?
Conceito de economia ambiental. Valoração Ambiental. Políticas Ambientais. Estudos deImpacto Ambiental. Mercado de trabalho e Áreas de atuações.

Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Economia Ambiental - conceito
Desenvolvimento Sustentável Histórico Conceito

Introduzindo a discussão
Debates sobre Meio-Ambiente Campo da ciência econômica que visa analisar e gerir de forma adequada aos recursos ambientais

Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - PalestraCorecon/PR

Histórico
Em 1972, com o Clube de Roma: problema econômico e ambiental – um só Uma das alternativas: “crescimento zero”, que visava proporcionar a redistribuição de riqueza em nível mundial – utópica e solução temporária - mantido o mesmo padrão de desenvolvimento, a riqueza voltaria a se concentrar com o tempo. Ainda em 1972, em Stockholm, na primeira conferência das nações lançou-seo slogan “Uma Terra Apenas”, em que se buscavam padrões de comportamento para o desenvolvimento, partindo do princípio da vulnerabilidade e interdependência dos fenômenos no planeta. “Nosso Futuro Comum” da Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento - UNCED em 1987 Agenda 21 (1992): estímulo ao processo de desenvolvimento local

Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - PalestraCorecon/PR

Conceito de Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento sustentável é desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade de as futuras gerações satisfazerem suas próprias necessidades (UNCED)

Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Desenvolvimento Sustentável = fazer melhor

Sustentabilidade = manter

O’Riordan citado em Dresner(2002)
Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Sustentabilidade = difícil consecução (objetivo)

MANTER-SE EM EQUILÍBRIO

Desenvolvimento Sustentável: conotação de... ... ... ... ... ...
Ultramari (2003)

Progresso Industrialização Consumo Domínio Técnico e Científico Estabilidade Ambiental
ETERNA BUSCA VIÁVEL AO LONGO DO CAMINHO
Prof. Dr. Christian Luiz da Silva -Palestra Corecon/PR

Ênfase ideológica: consenso dialético
Objetivos Distintos com interesses comuns

Discurso Ambientalista

Discurso Econômico
Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Capital Natural

Capital natural = recursos + sistemas vivos + serviços do ecossistema

Quarto pilar da economia

Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

CapitalNatural

Desenvolvimento sustentável...

...preocupa-se com: O que? Para quem?

Como?
Prof. Dr. Christian Luiz da Silva - Palestra Corecon/PR

Capital Natural

Pode-se comprovar que a economia está em conflito com os sistemas naturais da Terra nas notícias diárias (...) A certa altura, isso poderá subjugar as forças mundiais do progresso e levar ao declínio econômico. O desafio de...
tracking img