Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1031 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 11 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1
Relatório Noções da Macroeconomia

Introdução
O governo se utiliza de várias diretrizes políticas como forma de conservar e controlar a estabilidade econômica, mantendo assim, êxito em seu crescimento. Os principais objetivos do governo em suas atuações políticas são manter uma ponderação nas contas publicas,controle inflacionário, combate ao desemprego, controle sob taxas cambiais e uma eficaz distribuição de renda. Tanto que para um resultado satisfatório, o governo age especialmente na capacidade produtiva juntamente com a projeção e acompanhamento das despesas públicas. A junção de todas estas medidas visa facilitar a resolução de problemas, conduzindo a uma maior prosperidade para a sociedade comoum todo.

1- Política Fiscal

Uma das ações de política fiscal adotada pelo governo está na obtenção do superávit primário, que consiste no resultado da arrecadação de impostos contra as despesas do governo, ou seja, relação entre divida publica e o PIB (produto interno bruto), a geração de caixa do governo, mantendo assim a divida publica sob controle.
Esta medida reflete nacarga tributária que está em torno de 36,5% do PIB, é considerada muito alta. Esta carga tributária alta prejudica a competitividade das empresas, pelo fato de consumir uma boa parte de seu faturamento, tornando inviável o investimento nos setores de produção, prejudicando o crescimento tanto das empresas como da economia, já que pode haver contenção de gastos e diminuição na geração de empregos.Como por exemplo, um dos mais conhecidos impostos é o ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias), na qual a alíquota está em torno de 12%, entre São Paulo e Paraná.

2
2- Política Monetária

O tradicional canal da política monetária é a taxa básica de juros, obtida pelo SistemaEspecial de Liquidação e Custódia (SELIC) , dessa forma chamada de taxa SELIC , administrada pelas autoridades monetárias através do Comitê de Política Monetária (COPOM), serve de referencia para as demais taxas sobre as operações financeiras.
Desta forma a manutenção da SELIC para uma alta, desestimula o credito, inibe o consumo, tornando inviável o investimento na produção devido a alta taxade juros no mercado, desta forma utilizada para o controle da inflação, mas acarretando comprometimento da competitividade, baixa no faturamento, ocasionando desemprego.
Sendo assim, as oscilações da SELIC, possibilita o ajuste da liquidez econômica , como recentemente em 11 de setembro de 2011,o COPOM efetivou um corte de 0,50%, passando assim a taxa SELIC para 12% a.a, provocandoreflexos na economia, como o aumento do poder de compra me da venda de bens duráveis e de capital, ocasionando maior circulação da moeda e assim aquecendo a economia.

3- Política Cambial

A política cambial baseia-se no equilíbrio do mercado cambial, para se alcançar esse objetivo o governo implanta algumas medidas, sendo uma delas a contenção da queda excessiva do dólar, que nesse contexto,resulta no aumento dos produtos importados, na qual obtém-se preços mais convidativos, afetando a competitividade das empresas nacionais, inviabilizando investimentos, podendo assim gerar falências e desempregos. Da mesma forma que para as empresas que atuam nos setores de exportação, passam a obter um lucro inferior, devido à conversão da moeda estrangeira para o real.
Tendo em vistaesse cenário, o governo decidiu por taxar as operações com derivativos em 1%, podendo chegar até 25%, sobre o IOF (Imposto sobre operações financeiras), vigorando a partir de Julho de 2011, visando equilibrar os comprados e
3
vendidos no mercado de derivativos,...
tracking img