Normas internacionais de contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 480 (119978 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Convergência Internacional de Mensuração de Capital e Padrões de Capital

Comitê da Basiléia
Sobre a Supervisão Bancária
BANK FOR INTERNATIONAL SETTLEMENTS
1

Comitê da Basiléia sobre a Supervisão Bancária
Convergência Internacional de Mensuração de Capital e Padrões de Capital
Estrutura Revisada

Junho de 2004

BANK FOR INTERNATIONAL SETTLEMENTS

1

Capa: Prefeitura da cidadede Basiléia, Suiça.

As solicitações de cópias das publicações ou de acréscimos/alterações à lista de endereços devem ser encaminhadas para: Bank for International Settlements [Banco de Compensações Internacionais] Press & Communications [Imprensa e Comunicações] CH-4002 Basel [Basiléia], Switzerland [Suíça] E-mail: publications@bis.org Fax: +41 61 280 9100 e +41 61 280 8100

© Bank forInternational Settlements 2004. Todos os direitos reservados. Trechos breves poderão ser reproduzidos ou traduzidos, desde que a fonte seja citada.

ISBN impressão: 92-9131-669-5 ISBN web: 92-9197-669-5

2

COMITÊ

DA

BASILÉIA

Abreviações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10 Introdução . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .11 Parte 1: Escopo da Aplicação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .17 I. Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .17 II. Bancos, corretoras de títulosmobiliários e outras instituições financeiras . . . . . . .17 III. Investimentos minoritários significativos em bancos, corretoras de títulos mobiliários e outras instituições financeiras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .18 IV. Empresas de seguro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .18 V. Investimentossignificativos em empresas comerciais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .20 VI. Dedução de investimentos de acordo com esta parte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .20 Parte 2: O Primeiro Pilar - Exigências de capital mínimo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 I. Cálculo de exigências de capital mínimo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22A. Capital regulamentar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 B. Ativos de risco ponderado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 C. Providências provisórias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .23 II. Risco de Crédito - O Método Padronizado . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .25 A. Solicitações individuais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .25 1. Solicitações feitas a soberanias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .25 2. Solicitações feitas a empresas públicas (PSEs) de governo não central . . . . . . . . . .26 3.Solicitações feitas a bancos de desenvolvimento multilateral (MDBs) . . . . . . . . . .26 4. Solicitações feitas a bancos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .27 5. Solicitações feitas a corretoras de títulos mobiliários . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .28 6. Solicitações feitas a sociedades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . .29 7. Solicitações incluídas nas carteiras de varejo regulamentares . . . . . . . . . . . . . . . . .29 8. Solicitações garantidas por imóveis residenciais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .30 9. Solicitações garantidas por imóveis comerciais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .30 10. Empréstimos vencidos . . . . . . ....
tracking img