Economia moral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 57 (14031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA MORAL UM CONCEITO BOM PARA PENSAR A ECONOMIA SOLIDÁRIA? Noëlle Marie Paule Lechat ∗
Resumo: O artigo faz uma revisão do que certos antropólogos ou cientistas sociais têm escrito sobre a economia como fenômeno cultural, principalmente Weber, Sahlins e Geertz, sobre a economia moral, em particular, E.P. Thompson e sobre o dom, a partir da leitura que Caillé e Godbout fizeram de Mauss. Istocom o intuito de refletir e entender melhor o que pode vir a ser a economia solidária, e os cuidados que devem ser tomados na sua construção.

Introdução A economia solidária é um tema ainda pouco tratado pela antropologia brasileira. No entanto, acostumada a se relacionar com o “outro”, o diferente, que ele seja de outra cultura ou de outra época, a antropologia tem muito a dizer sobre esse temaque lhe é familiar porque lidou com ele em sociedades não ocidentais ou não contemporâneas. Como afirma Goldman (1995: 114), é sabido entre os antropólogos que a investigação intensiva das sociedades ditas primitivas trouxe à luz fenômenos e princípios igualmente detectáveis na sociedade do pesquisador; é o que mostraremos a seguir. Lendo a produção intelectual a respeito do projeto de construçãode uma economia solidária no Brasil, chamou a minha atenção a insistência dos autores sobre a necessidade de criar uma nova cultura, o que prefiro interpretar como “novas” práticas culturais de cunho solidário, ou melhor dito como práticas solidárias estranhas às que normalmente são praticadas e pensadas como apropriadas numa economia capitalista. Para tratar desta questão, é importante entendero tipo de relações que cultura e economia tecem e desenvolvem. Com este intuito, propõe-me refletir a seguir sobre algumas noções e conceitos. Em primeiro lugar, vou trazer o que antropólogos ou cientistas sociais têm escrito sobre a economia como fenômeno cultural, em seguida irei analisar o conceito de economia moral para finalmente debruçar-me sobre o dom. Na primeira parte, aproveitarei oroteiro do capítulo quinto do livro de Richard Wilk, Economies and cultures, que trata, entre outras questões, da relação entre a moral e a economia. O autor situa a posição de economistas e antropólogos a respeito da "economia moral" para em seguida aprofundar a visão de alguns autores sobre esta questão entre os quais Weber, Malinowski, Boas, Geertz e Sahlins. Não concordo com as conclusões do autornem com todos os comentários que ele faz a respeito dos diferentes autores citados, mas as questões levantadas são aquelas mesmas que nós interessam. A seguir, tentarei resumir dois textos de E. P. Thompson a respeito do conceito de economia moral para entender como ele constrói esta noção, com que tipo de populações e em que contexto histórico. Também farei referência ao uso do conceito poroutros autores bem como às críticas que receberam. Isto com o objetivo de estabelecer um paralelo com o conceito de economia solidária, destacando diferenças e semelhanças. Ou seja, aproveitar


Professora do Departamento de Ciências Sociais da UNIJUÍ (RS). Doutoranda em Ciências Sociais na UNICAMP.

as análises feitas do conceito de economia moral para iniciar uma análise do conceito de economiasolidária. Minha hipótese é que os dois conceitos aparecem para definir, num momento de crise, ações baseadas em princípios morais culturalmente definidos, em oposição a uma nova ordem econômica baseada nas leis do mercado. Finalmente apresentarei as discussões de Caillé e Godbout sobre o que talvez possa ser chamado de paradigma da dádiva, pois solidariedade implica reciprocidade. 1. Repensando aeconomia à luz da antropologia. Se, em cada sociedade, as pessoas acreditam que seus valores fazem parte da ordem natural, para a maioria dos cientistas sociais os códigos morais são produtos culturais particulares em função da época e do lugar. Uma visão moral da natureza humana ensina que as pessoas são ligadas por regras culturais que definem as categorias da ação. As pessoas são morais neste...
tracking img