Economia empresarial - atividade individual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1519 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Este trabalho visa a analisar uma decisão de investimento a ser feito pela empresa Prospecção S.A., que atua no setor de energia, sobre a viabilidade de investir na ampliação de sua planta industrial, face ao aumento da demanda pelo biocombustível que produz.
Após projeções realizadas, a Prospecção S.A. pretende investir ao redor de R$ 50.000.000,00, obtendo este recurso através detrês diferentes fontes de financiamento, cuja origens serão propostas neste trabalho. As fontes 1, 2 e 3 terão pesos de 30%, 30% e 40%, respectivamente.
Dadas as fontes e respectivas taxas, este trabalho irá definir o Custo Médio Ponderado do Capital, CMPC. Para se obter o valor final do CMPC se fará também uma análise de risco do mercado, através do modelo CAPM, Capital Asset Pricing Model.Como a empresa Prospecção S.A. é fictícia, a análise de risco será baseada em uma empresa real, com ações negociadas na BM&FBovespa e que também atua no ramo de geração de energia limpa, a MPX Energia (MPXE-D11).
O trabalho fará também uma análise sobre o ambiente para investimento, considerando os aspectos que podem influenciar a tomada (ou não) de decisão sobre o investimento, como fatoreseconômicos, tecnológicos, políticos, etc. O período estimado de duração do projeto é de 10 anos.

Fontes de capital utilizadas pela empresa
Há diversas formas de se obter os recursos necessários para o investimento pretendido, este trabalho buscou três alternativas que serão apresentadas a seguir. Cada alternativa terá o seu peso na obtenção do valor pretendido, conforme indicado na Tabela 1.Tabela 1: Distribuição das Fontes de Investimento
As alternativas para a obtenção dos recursos são:
1. Emissão de debêntures
Como fonte de referência para se definir o custo da emissão de debêntures, se utilizou como referência a empresa MPX Energia. A Tabela 2 apresenta os detalhes para esta operação. No site da BM&FBovespa, o emissor é MPXE-D11, MPX Energia.

Tabela 2: Custo da emissão dedebêntures, referência MPX Energia
2. Capital Próprio
A segunda fonte de recursos considerada é através de capital próprio. Neste caso, o custo desta fonte é dada pelo custo de oportunidade, ou seja, o custo é dado caso o dinheiro fosse investido em uma outra aplicação, considerada mais segura.
Tomou-se como base a aplicação em Letras do Tesouro Nacional, prefixada, com vencimento em trêsanos e sete meses (para dez anos pode-se considerar que o dinheiro será reaplicado até o prazo total). A simulação pode ser feita através do simulador disponível no site Tesouro Direto. Os resultados são apresentados na Tabela 3.
Tabela 3: Uso de Recursos Próprios – Comparação com investimento em LTN
3. Financiamento pelo BNDES
O BNDES apresenta uma linha de financiamento específica para empresasgeradoras de energia alternativa, o BNDES FINEM – Energia Alternativa.
O custo desta operação está indicado na Tabela 4.

Tabela 4: Financiamento pelo BNDES

Cálculo do custo médio ponderado de capital
Antes de se definir o CMPC, vale destacar que uma análise de risco ainda necessita ser feita para este projeto. Duarte Júnior apresenta diversos tipos de risco e faz uma breve análise sobre otema. Em sua análise são apresentados quatro tipos de risco:
 risco de mercado: depende do comportamento do preço do ativo diante das condições de mercado
 risco operacional: está relacionado a possíveis perdas, como resultado de sistemas e/ou controles inadequados, falhas de gerenciamento e erros humanos.
 risco de crédito: está relacionado a possíveis perdas quando um dos contratantesnão honra seus compromissos
 risco legal: está relacionado a possíveis perdas quando um contrato não pode ser legalmente amparado
Uma dos modelos utilizados para se quantificar o risco é através do CAPM, que considera a existência de uma taxa livre de risco, uma taxa relativa ao risco de mercado e uma medida de risco da empresa em relação ao mercado (conhecido como coeficiente β). Na...
tracking img