Economia do meio ambiente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3349 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Trabalho Economia do Meio Ambiente

Eduardo Dutrain
Guilherme Gouvêa

Prof. : Claude Cohen

Niterói
Novembro de 2010
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Trabalho Economia do Meio Ambiente

Eduardo Dutrain
Guilherme Gouvêa

Trabalho apresentado em cumprimento às
normas do Departamento de Ciências Econômicas
da UFF/RJ, como parte dos requisitospara aprovação
na cadeira de Economia do Meio Ambiente

Prof.: Claude Cohen

Niterói
Novembro de 2010
SUMÁRIO

1. Artigo 1 “Panorama da Aplicação da norma ISO 14001 no Brasil” 3
1.1- Introdução 3
1.2- Responsabilidade Social Empresarial 4
1.3- Certificação ISO 14001: Realidade brasileira 5
1.5- Conclusões 7

2. Artigo 2 “Reúso de água nas indústrias dorio Paraíba do Sul” 8
2.1- Introdução 8
2.2- Desenvolvimento do estudo 10 2.3- Conclusões 11

Referência Bibliográfica 12

1. ARTIGO 1: “PANORAMA DA APLICAÇÃO DA NORMA ISO 14001 NO BRASIL”

1.1- INTRODUÇÃO
De acordo com uma crescente consciência popular sobre os danos causados ao meio ambiente e a saúde de comunidades ao longoda evolução dos processos produtivos, as organizações vem sendo pressionados, cada vez mais, a demonstrar um gerenciamento adequado em suas estruturas ambiental, social e econômica.
Em 1987, as Nações Unidas com objetivo de criar uma forma de conciliação entre as partes em tal conflito, “lançou” o conceito de desenvolvimento sustentável através do relatório intitulado “Nosso FuturoComum”. Esse relatório abordava temas como atitudes pró-ativas das empresas através da introdução de mecanismos de gestão ambiental.
Afim de promover o controle dos aspectos ambientais através do gerenciamento de melhorias do desempenho ambiental, a família de normas ISO 14000 oferece diversos benefícios econômicos associados a benefícios ambientais onde incluem: redução do uso de matérias primas;redução do consumo de energia; melhoria da eficiência do processo; redução da geração de rejeitos e de custos de disposição; e melhoria do gerenciamento de rejeitos, utilizando processos como reciclagem e a incineração para tratar resíduos sólidos ou utilizando técnicas mais eficientes para o tratamento e efluentes líquidos.
Através da certificação ISO 14001, a empresa comprova que possuium gerenciamento ambiental correto e, atualmente, tal certificação é um diferencial importante para as organizações de todos os tipos e tamanhos obterem vantagens competitivas no mercado doméstico, e é imprescindível para as empresas que almejam atingir o mercado externo. Porem, os altos custos relacionados a implementação da norma ISO 14001 podem, de fato, tornar-se uma barreira a entrada paramuitas pequenas empresas.
A ISO se divide em comitês técnicos (TC’s), no qual o comitê responsável pela discussão e elaboração de normas de gestão ambiental é o ISO/TC 207.
Com estrutura semelhante ao ISO/TC 207, a ABNT, um dos membros fundadores e que participa ativamente das discussões a respeito de normas técnicas da ISO, também possui o seu comitê técnico de gestão ambiental, oABNT/CB-38, que realiza traduções para o português de normas internacionais, publicando as respectivas NBR-ISO 14000, em vigor atualmente e participa das reuniões internacionais de desenvolvimento das normas da ISO, representando os interesses brasileiros, principalmente das grandes empresas.
Com a importância de representar os interesses do país no desenvolvimento das normas de gestãoambiental, é tido como fundamental a participação do mais amplo aspecto da sociedade brasileira no CB-38, sendo assim, o comitê é aberto a contribuição de todos os interessados na formulação destas normas. Através de um sistema de cotas, a participação de uma empresa ou instituição adquire o direito de participar ativamente na discussão e votação das posições brasileiras adotadas nas reuniões...
tracking img