Drogas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]





















































































VERTUAN, Karin Cristina Gandara Queiroz. A processualidade do crack na vida da humanidade. 2012. 13 folhas. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) – Centro de Ciências Empresariais e SociaisAplicadas, Universidade Norte do Paraná, Jahu, 2012.


RESUMO

Este artigo objetivou a compreensão das principais causas do uso do crack, assim como a sua definição clara da droga, problema ocasionado na sociedade independente de se tratar do porte da cidade, os efeitos ocasionados ao organismo e a família e uma forma de enfrentamento ao problema. Estando para essa apresentação uma série deartigos que expressam uma série de problemas ocasionado em diversos âmbitos da vida de um individuo independente da idade, que ocasiona a vontade usar a droga. No entanto a partir, dessas afirmações a participação, principalmente da parte social, que irá desenvolver um acompanhamento ao caso, não somente antes e durante a internação do dependente, mas também após este período com um acompanhamentoindividual e famíliar do mesmo. No entanto sem uma parceria entre as principais áreas que envolva o tratamento do dependente, por exemplo, o departamento da Saúde e do Social, o atendimento fica prejudicado, ou seja, com uma boa contra referencia alcance-se o resultado esperado
















Palavras-chave: Crack. Usuário. Sociedade. Acompanhamento. Profissionais.
SUMÁRIO

1INTRODUÇÃO .........................................................................................................5

2 MOTIVO DA INICIALIZAÇÃO DO DSPA..................................................................6
2.1 DEFINIÇÃO DO CRACK .......................................................................................6
2.2 O efeito do crack na família...................................................................................7
2.3 O efeito do crack no organismo .............................................................................8
2.4 O problema do crack na sociedade .......................................................................9

3. CONCLUSÃO ........................................................................................................10REFERÊNCIA ..........................................................................................................11































INTRODUÇÃO

Nos dias atuais muitos são os problemas enfrentados pela sociedade brasileira, no entanto nenhuma das dificuldades seja tão difícil de resolve como o problema das drogas. As drogas não atingemsomente o usuário adolescente ou adulto, mas, sim num conjunto geral todos os familiares envolvidos com o individuo.
Para aumentar o grau de dependência dessas substâncias psicoativas ilícitas, ocorre a criação de novas drogas, como o caso do crack que por apresentar um valor mais baixo de compra, favorecendo o consumo e o grau de dependência, todavia que o mesmo pode cria-se o vinculo denecessidade por parte do usuário na primeira vez de uso.
O uso nocivo de substâncias foi por muito tempo tratado por meio de ações punitivas ao invés de preventivas e terapêuticas, sendo a dependência química considerada como “falta de força de vontade”. Entretanto, nas últimas duas décadas, com o progressivo desenvolvimento dos estudos cientifico, a dependência química passou aser compreendida como um sério problema de saúde, que afeta o cérebro e, conseqüentemente, o comportamento. (SHEFFER; PASA; ALMEIDA, 2010)


Por esse motivo conhecer a substância psicoativa, o crack se torna essencial para a compreensão do problema e elaborar um plano de atendimento voltado para o usuário e sua família, pois esperar somente do governo medida contra o crack ou qualquer...
tracking img