Simone beauvoir

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1133 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Simone de Beauvoir |

Simone de Beauvoir em 1960 |

Nome completo | Simone-Ernestine-Lucie-Marie Bertrand de Beauvoir |

Nascimento | 9 de janeiro de 1908
Paris, França |

Morte | 14 de abril de 1986 (78 anos)
Paris, França |

Nacionalidade |  França |
Ocupação | escritora, filósofaexistencialista e feminista |
Principais trabalhos | Le Deuxième Sexe |
SimoneLucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir, mais conhecida como Simone de Beauvoir (Paris, 9 de janeiro de 1908 — Paris, 14 de abril de 1986), foi uma escritora,filósofa existencialista e feminista francesa.
Escreveu romances, monografias sobre filosofia, política, sociedade, ensaios, biografias e uma autobiografia.

* 1 Primeiros anos * 1.1 Família * 1.2 Educação * 1.3 Sartre * 2 Obra *3 Livros * 4 Referências * 5 Referências bibliográficas * 6 Ligações externas |
-------------------------------------------------
Primeiros anos
Família
Simone de Beauvoir era a mais velha das únicas duas filhas de Georges Bertrand de Beauvoir, um advogado em tempo integral e ator amador, e Françoise Brasseur, uma jovem mulher de Verdun.[1] Nasceu em Paris como Simone (então um nomepomposo que seu pai gostava)-Lucie (por sua avó materna)-Ernestine (por seu avô paterno, Ernest-Narcisse) -Marie (pela Virgem Maria) Bertrand de Beauvoir (ela foi orientada quando criança a dar seu nome como simplesmente "Simone de Beauvoir").[2] Era uma criança atraente, mas mimada, teimando para obter o que queria, tendo sido o centro das atenções em sua família.[3] A mãe não foi uma grandecostureira, e as roupas que costurou eram mal ajustadas.[4] Ao crescer, Beauvoir não tinha amigos, exceto a irmã Hélène, que era dois anos e meio mais nova e de quem ela era próxima.[5]
Em 1909, o avô materno de Beauvoir, Gustave Brasseur, presidente do Banco Meuse, faliu, jogando toda a sua família em desonra e pobreza. Georges não recebeu o dote devido por casar-se com Françoise,[6] e a família teve quese mudar para um apartamento menor.[7] Georges de Beauvoir teve de voltar ao trabalho, embora o trabalho não lhe agradasse.[8] A família lutou durante toda a infância das meninas para manter seu lugar na alta burguesia,[9] e Georges dizia frequentemente: "Vocês, meninas, nunca vão se casar, porque vocês não terão nenhum dote".[10]
Beauvoir sempre esteve consciente de que seu pai esperava ter umfilho, ao invés de duas filhas.[11] Ele afirmava, "Simone pensa como um homem!" o que a agradava muito,[12] e desde pouca idade Beauvoir distinguiu-se nos estudos. Georges de Beauvoir passou seu amor pelo teatro e pela literatura para sua filha.[13] Ele ficou convencido de que somente o sucesso acadêmico poderia tirar as filhas da pobreza.[10] (Hélène tornou-se uma pintora.[14])
Educação
Ela setornou uma adolescente desajeitada, dedicada completamente aos livros e à aprendizagem, e preferiu ignorar os esportes porque ela não era nada atlética.[15] Ela e sua irmã foram educadas no Institut Adeline Désir,[16] ou Cour Désir,[17] uma escola católica para meninas, algo que era desprezado pelos intelectuais da época. As escolas católicas para meninas eram vistas como lugares onde as jovensaprendiam uma das duas alternativas abertas às mulheres: casamento ou um convento.[17] Sua mãe, que Beauvoir considerava uma intrusa espiando cada movimento seu,[18] frequentou aulas com elas, sentada atrás delas, como se esperava que a maioria das mães fizessem.[17] Lá Beauvoir conheceu sua melhor amiga, Elisabeth Le Coin (ZaZa nas memórias de Beauvoir).[19]Simone amou a escola e se formou em 1924com "distinção".[20]
Aos 15, Beauvoir já havia decidido que seria uma escritora. Jacques Champigneulle tornou-se seu mentor intelectual e amigo, aquele que sua mãe esperava que iria se casar com ela.[21] Geraldine Paro (GéGé) e Estepha Awdykovicz (Stépha) tornaram-se suas amigas.[22]
Depois de passar nos exames de bacharelado em matemática e filosofia, estudou matemática no Instituto Católico...
tracking img