Dna - importancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2343 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-Universidade do Minho


Licenciatura em Biologia Aplicada 1º ano

Arquitectura e Dinâmica Celulares

A IMPORTÂNCIA DO DNA

Trabalho realizado por:

Ana Raquel Capitão do Vale Rosendo nº 57188
Maria Manuel Machado Feio Pinheiro Soares nº 56106
Vera Alexandra Lima Correia Alves nº54880

ÌNDICE

I. Introdução 2
1 - A descoberta do DNA 3
1.1 –Descobertas de James Watson e Francis Crick na compreensão da estrutura do DNA 4
1.2 – Principal estrutura, propriedade e função do DNA 5
2 - A importância da descoberta do DNA 6
2.1 – Anomalias no DNA 8
II. Conclusão 9
III. Bibliografia 10



I. INTRODUÇÃO

A descoberta do DNA foi extremamente importante para o desenvolvimento e compreensão de fenómenos celulares. Adescoberta destes fenómenos não podem ser atribuídos apenas a um investigador ou cientista. Este fenómeno pode ser encarado como uma espécie de puzzle: as peças do conhecimento vão sendo colocadas por diferentes pessoas, em diferentes alturas e levam a um conhecimento cada vez maior.
Além do DNA ser importante a nível celular é também fundamental a nível do organismo no seu todo, pois quando umacélula sofre uma mutação ao nível do ácido desoxirribonucleico e, caso esta não seja detectada nem reparada, poderá afectar todo o organismo de uma forma positiva ou negativa. A unidade fundamental do DNA é um nucleótido, o qual resulta da ligação entre uma base azotada (Adenina (A); Guanina (G); Citosina (C), uma pentose (desoxirribose) e um grupo fosfato. As quatro bases heterocíclicas nosnucleótidos do DNA pertencem à família das purinas (A e G) e das pirimidinas (C e G). O DNA é um suporte universal da informação genética que define as características de cada ser vivo. Surgem, assim, as doenças ligadas ao material genético; contudo, com o avanço nos estudos sobre esta molécula foram desenvolvidos novos tratamentos, estando outros em fase de estudos.
Sendo esta uma molécula um tantocomplexa e envolvida em vários processos, ainda não foram elucidadas todas as suas potencialidades. Assim, poderão surgir no futuro novas conjecturas melhorando o conhecimento adquirido até ao momento.

1 - A descoberta do DNA

O DNA foi descoberto, em 1869, por Johann Friedrich Miescher. Este acreditou no encontro de um factor importante na informação hereditária, no entanto, verificou que amolécula apenas possuía quatro componentes básicos diferentes - os nucleótidos parecendo para ele insuficiente para explicar a diversidade da vida.
Este físico descobriu no pus de um penso cirúrgico, uma substância microscópica que residia no núcleo das células, a que ele deu o nome de "nucleína".
De seguida realizou o trabalho dando-lhe o nome de “Phoebus Levene”, onde conseguiu identificar umabase azotada, um açúcar (pentose) e um grupo fosfato de uma unidade nucleotídica. Levene demonstrou que o DNA consistia num “cordel” de nucleótidos que estavam ligados através do grupo fosfato. Pensou também que a cadeia possuía uma estrutura curta e que as bases se repetiam ordenadamente.

Fig. 1 - Johann Friedrich Miescher
http://ro.wikipedia.org/wiki/Johann_Friedrich_Miescher

O primeiromodelo de difracção de raios X mostrou que o DNA possuía uma estrutura regular ocorrendo em 1937, por William Astbury.
Em 1944, uma equipa liderada por Oswald Avery, em conjunto com Colin MacLeod e Maclyn McCarty, conseguiram provar qual o papel fundamental que o DNA desempenhava na transmissão das características hereditárias dos seres vivos. Esta conclusão foi possível graças as experiênciarealizadas com a bactéria Pneumococcus, onde foram misturadas diferentes formas da bactéria. Este papel na hereditariedade foi confirmado por Alfred Hershey e Martha Chase, em 1953, na experiência Hershey-Chase.

1.1 – Descobertas de James Watson e Francis Crick na compreensão da estrutura do DNA

James Watson e Francis Crick tiraram à sorte, lançando uma moeda ao ar, com objectivo de decidir...
tracking img