Dislexia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4453 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Dislexia desenvolvimental: uma introdução e visão teórica geral

1
Margaret J. Snowling

A primeira edição em inglês deste livro ocorreu cem anos depois do primeiro caso de dislexia desenvolvimental ter sido descrito pelo Dr. PringleMorgan em um artigo publicado no British Medical Journal, em 1896. O relato de Pringle-Morgan dizia respeito a um inteligente adolescente que não haviaconseguido aprender a ler, e Pringle-Morgan especulou que o menino sofria de “cegueira vocabular” congênita. Durante muitos anos após esse relato, a perspectiva predominante era que as dificuldades de leitura dos disléxicos eram causadas por deficiências no processamento visual, e a condição atraiu muita atenção de oftalmologistas, como, por exemplo, Hinshelwood (1917). Somente cerca de 30 anos mais tarde,a importância dos fatores da linguagem na determinação da dislexia tornaram-se reconhecidos, com a publicação do influente livro de Samuel Orton, Reading, Writing and Speech Problems in Children (1937). É interessante notar que muitos pontos para os quais Orton chamou a atenção são fundamentais para nossas preocupações atuais. O termo que ele utilizou para o que atualmente conhecemos comodislexia foi strefossimbolia – literalmente, uma distorção dos símbolos. E o importante é que ele reconheceu que a strefossimbolia tinha tendência a ocorrer em famílias e estar associada a outras formas de deficiências de linguagem. Ele achava que as causas da dificuldade seriam encontradas na lateralização incompleta dos hemisférios cerebrais (uma teoria que não interessa aqui), mas que sua remediaçãorequeria ensino especializado. Embora variantes de uma hipótese de déficit visual ainda sejam consideradas hoje (ver Willows, Kruk e Corcos, 1993), a perspectiva mais aceita é que a dislexia pode ser considerada parte do contínuo das desordens da linguagem e é um déficit do processamento verbal (Vellutino, 1979). Na verdade, há evidências convergentes corroborando uma teoria mais específica, de queos leitores disléxicos têm fragilidades na área fonológica ou, dito de maneira

12 / MARGARET SNOWLING, JOY STACKHOUSE E COLS.

mais simples, no processamento da fala (Hulme e Snowling, 1992b; Stanovich e Siegel, 1994). Antes de abordarmos esta teoria, vamos primeiro analisar as potencialidades e as deficiências das atuais definições de dislexia.

A DEFINIÇÃO DE DISLEXIA
Uma dificuldadeimportante envolvendo o diagnóstico de dislexia é que sua própria definição é contestada (Stanovich, 1994). Em 1968, a Federação Mundial de Neurologia recomendou que o termo fosse aplicado às crianças “que não conseguem ler, apesar de possuírem uma inteligência adequada, receberem instrução convencional e oportunidades socioculturais”. Entretanto, a insatisfação com esse modelo médico, associada auma falta de consenso sobre os sinais positivos de dislexia, demonstra que essa perspectiva há muito tem sido rejeitada. Em vez disso, na prática clínica, a maioria dos profissionais tem adotado uma definição que é conhecida como discrepância dada à dislexia. A definição de discrepância leva em conta a existência de uma correlação importante entre a capacidade cognitiva e a realização educacionalna população normal. Por isso, é razoável esperar que as crianças de capacidade acima da média estejam lendo acima da média da sua faixa etária, e as crianças de capacidade abaixo da média estejam abaixo da norma. As crianças que estão lendo significativamente abaixo do nível esperado têm dificuldades de leitura inesperadas ou, como são freqüentemente descritas, Dificuldades de AprendizagemEspecíficas (dislexia). A maior parte dos profissionais sente-se confortável com a definição de discrepância dada á dislexia, pelo menos como um ponto de partida para sua investigação das estratégias de leitura e ortografia, assim como das habilidades de processamento cognitivo de um indivíduo portador de dificuldades. Possivelmente, como conseqüência disso, pouca atenção tem sido dada à importante...
tracking img