Discos de freio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1914 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo
O presente artigo traz um panorama geral sobre o freio a disco e suas aplicações. Trata da trajetória histórica, enumera as peças que o compõe e disserta sobre o seu funcionamento. São apontados também usos especiais, com enfoque no uso esportivo, e forma de manutenção.

Introdução
Constantemente o homem vem procurando meios de facilitar a sua vida, ou torná-la mais aprazível. Essainquietação frente às suas necessidades tem sido o grande trampolim para as conquistas incríveis vistas durante os séculos. A necessidade de se locomover por longas distâncias resultou na criação e consequentemente disseminação do automóvel, mas tão importante quanto fazer o carro andar, é fazê-lo parar. Por isso o desenvolvimento dos freios acompanha de perto o avanço de motores e demaiscomponentes que colaboram para o aumento no desempenho do automóvel.
Desde os primeiros freios feitos com um material à base de algodão misturado com uma solução de betume usados nos primeiros automóveis [1] até os poderosos discos de carbono usados na Fórmula1, muita coisa mudou nesse cenário.

Histórico
Consta na história que os discos de freio que mais se assemelham com o que conhecemos hojeforam patenteados pelo engenheiro britânico Willian Lanchester (1868-1946). Segundo descrição do criador, o invento seria um disco de metal firmemente preso às rodas traseiras. Para frear o veículo, o sistema contaria com um par de garras que pressionariam o disco [2].
O primeiro uso de um sistema similar que se tem notícia data do ano de 1951, mais precisamente na mítica 500 milhas deIndianápolis, uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial. Os responsáveis pelo feito seriam os irmãos Conze, que teriam desenvolvido o sistema para a indústria aeronáutica.
Até os anos 70, a principal indústria automotiva do mundo, a americana, usava freios a tambor tanto na dianteira quanto na traseira. Tais tambores eram feitos de ferro fundido ou de uma liga de alumínio em uma matriz deferro fundido.
Porém, com a introdução da Legislação para Segurança de Veículos Motores (Federal Motor Vehicle Safety Standard, FMVSS), e com as novas regras que previam que os freios dianteiros deveriam ser responsáveis por 75% da potência da frenagem além de terem uma durabilidade diferenciada, algumas mudanças foram feitas. Os sistemas a tambor se mostraram defasados quando comparados com anova necessidade. Para sanar essa deficiência, foi adotado nos carros o sistema de freio a disco de ferro fundido na dianteira, com tambores na traseira. Essa atitude causou uma revolução no âmbito mundial, e posteriormente, influenciadas pelas indústrias americanas,todas as montadoras adotaram o padrão de frenagem a disco na dianteira e tambor na traseira[2].

Componentes
O freio a discodispõe dos seguintes componentes:
•Discos: usados nos eixos dianteiros, podem aparecer na traseira;
• Pastilhas: que atuam nos discos de freio;
• Servo-freio: amplia a força aplicada no pedal de freio;
• Cilindro mestre: cria a pressão do sistema;
• Circuito hidráulico: limita o percurso do fluído de freio;
• Pinças: sustentam as pastilhas e são acionadas para frear as rodas;
• Fluído defreio: responsável por distribuir a pressão do cilindro mestre para os outros componentes do sistema;
•Êmbolo- empurram as pastilhas contra o disco;
•Anel de vedação- espécie de o’ring que faz a vedação do fluído de freio e faz o êmbolo retornar;
•Parafuso Sangrador-responsável por fazer a “sangria”, que seria a retirada de ar do sistema;
•Coifas- revestem as áreas mais sensíveis protegendo-as dasimpurezas.
Os discos podem ser de dois tipos: simples ou ventilado. Os discos ventilados são divididos em duas faces, e entre elas estão instaladas palhetas que conduzem ar para o centro dessa abertura, fazendo a refrigeração do disco.
Em alguns casos, a necessidade de refrigeração é tamanha que se fazem furos ou pequenos rasgos no disco, para potencializar a troca de calor.

Figura [...
tracking img