Direitos humano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA
POLO DE APOIO PRESENCIAL PAU DOS FERROS/RN
PROFESSORA: MA. HELENROSE A. DA S. PEDROSA

DESAFIO DE DIREITO HUMANOS

Pau dos Ferros – Novembro de - 2011

INTRODUÇÃO

O trabalho que desenvolvemos a seguir mostra através de analises, discussão e conclusão a situaçãosocioeconômica cultural dentro das políticas públicas e sociais vigentes no Brasil, embora em meio a tantas evoluções. Na perspectiva de estabelecermos melhor esclarecimento e compreensão mediante o tema, trabalhamos alternativa a fim de dinamizar e desenvolver nosso estudo a partir de pesquisa com poesia e link a qual possui ampla relação com o tema em epigrafe.

“ Trabalho infantil X Menorinfrator”.
(De acordo com a alternativa c) sim, pois ambos se associam ao mesmo contexto de problemas socioeconômico e culturais vigentes no país.
Foi interessante a pesquisa ou estudo sobre o tema mencionado a cima: “Os Direitos Humanos são os direitos essenciais a todos os cidadãos, sendo direitos inerentes à pessoa humana”. Por isso, a sua evolução e positivação no ordenamento jurídicobrasileiro são de inegável importância.
Esses direitos não foram conquistados e reconhecidos de uma só vez, havendo uma luta pela sua efetivação. Assim, os Direitos Fundamentais do Homem passaram do individual, ao coletivo e deste à categoria de direitos de solidariedade Conforme assegurou Dalmo de Abreu Dallari: “O primeiro passo para se chegar à plena proteção dos direitos é informar e conscientizaras pessoas sobre a existência de seus direitos e a necessidade e possibilidade de defendê-los”. ( Dalmo de Abreu Dallari, Direito humanos e cidadania, começando pelos direitos da proteção social da família brasileira contemporânea e as reflexões simbólicas das políticas públicas.
Uma vez que, quando falamos de família e seus direitos, não estamos todos dizendo as mesmas coisas, cabe utilizar areflexão sociológica para colocar em questão os significados sócio-culturais da família contemporaneamente. Há muitas análises da diversidade de formas familiares, uma radiografia do que a família é concretamente, com seus tipos de arranjos e sua diversidade regional ou segundo a cor e a classe social de seus integrantes. O tipo de proteção que vem sendo efetivada mediante leis e políticaspúblicas. O que é uma família? Que características permitem definir essa realidade social? Historicamente, a família tem sido definida a partir de suas funções sociais econômicas e de representação social, além da reprodução biológica e cultural até hoje a ela associadas. Visto nas políticas públicas, e o mercado, através da geração de empregos, bens e serviços, devem assumir responsabilidadesperante os indivíduos, as famílias e o bem-estar coletivo. A teoria social tem, portanto, localizado na família o centro do processo de reprodução social. O foco tem sido sobre tudo, a reflexão sobre os destinos das gerações futuras. Contudo, a segurança social fica assegurada apenas aos proprietários, relegando a dimensão coletiva da proteção social. “É preciso entender por essa afirmação que apropriedade privada garante, no sentido pleno da palavra, contra os reveses da vida social em caso de doença, de acidente, de impossibilidade de trabalhar. Em pensar a tensão indivíduo-família e o papel que o Estado pode ter para assegurar o bem estar individual e familiar, dando a oportunidade de manter instáveis os seus direito sem que sejam violados, nas pesquisas vimos que as crianças e osadolescentes brasileiros grandes porcentagem tem seus direitos violados, onde o estado poderia adotar medidas rigorosas na proteção das famílias crianças e adolescentes do nosso país.
No segundo parágrafo que foi pesquisado na internet achamos interessante a forma de proteção a família por ser a base principal de uma sociedade instável, que através das políticas públicas sociais culturais e...
tracking img