Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (700 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Competência para julgar mandado de segurança contra ato de juiz federal de Juizado Especial

 
 
Nossa Constituição, em seu art. 108, I, “c”, enuncia competir ao TRF processar e julgar os mandadosde segurança contra ato de juiz federal.
Todo tribunal detém a competência constitucional de julgar os mandados de segurança contra atos de seus membros e as ações rescisórias provenientes de suasdecisões com trânsito em julgado.
Não é bem assim, vejamos.
Primeiramente, deve-se destacar que não é novidade a posição exarada pelo STF no julgamento do RE 576847/BA que, em atenção ao princípio daceleridade e da efetividade da prestação jurisdicional, entendeu não caber mandado de segurança impetrado contra decisão interlocutória proferida em juizado especial.
Para se responder ao questionamento,duas premissas são necessárias. Portanto, cumpre-nos enfrentar duas questões: qual a natureza dos juizados especiais e das turmas recursais? De onde esses órgãos retiram sua fonte de existência? Quala natureza da decisão em mandado de segurança proferida em juizados especiais?
O texto constitucional não arrola as turmas recursais entre os órgãos do Poder Judiciário, os quais estariamdiscriminados, numerus clausus, no art. 92 da CF. Depreender-se-ia, assim, que a Constituição não conferira às turmas recursais a natureza de órgãos autárquicos do Judiciário, tampouco a qualidade de tribunais,como também não lhes outorgara qualquer autonomia com relação aos Tribunais Regionais Federais.
Nesse aspecto, os juízes de 1º grau e as turmas recursais que eles integram seriam instituídos pelosrespectivos Tribunais Regionais Federais, estando subordinados a esta administrativa, mas não jurisdicionalmente.
Dentre as competências definidas pela Constituição para o reexame das decisões, estariamas das turmas recursais dos juizados especiais (CF, art. 98, I) e a dos Tribunais Regionais Federais (CF, art. 108, II). As turmas recursais seriam, portanto, órgãos recursais ordinários de última...
tracking img