Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1128 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O livro “O Caso dos Exploradores de Cavernas”, nos conta um caso fictício que aconteceu no ano de 4299 na comunidade de Commonwealth, onde cinco exploradores ficaram presos em uma caverna após um deslizamento de terras.
Muito parecido com um caso real, que aconteceu em 2010, onde 33 mineiros que faziam garimpo foram soterrados em um túnel na cidade de Copiapó a 800 km de Santiagocapital Chilena e ficaram por diversos dias presos até o seu resgate, onde todos os mineiros se salvaram.

























O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS

Um grupo de cinco exploradores da Sociedade Espeleológica, sociedade amadora, voltada para a exploração de cavernas, adentraram a uma caverna e quando estavam dentro da mesma ocorreu um desmoronamento depedras trancando os exploradores e impedindo a sua saída.
Após alguns dias sem notícias dos exploradores seus familiares, contataram a sociedade que imediatamente mandou uma equipe de busca para averiguar o fato e efetuar o resgate de Whetmore e os demais exploradores.
A equipe de busca teve diversos contratempos no resgate dos exploradores, como falta de verba e diversos desmoronamentos, estesonde um deles ocasionou a morte de dez socorristas.
Depois de certo tempo presos, mais precisamente vinte dias, foi verificado que os exploradores tinham um rádio transmissor, onde fizeram os primeiros contatos com médicos que estavam do lado de fora da caverna. Foi passada por Whetmore a condição física de cada explorador, os suprimentos que tinham e o mesmo questionaram sobre o tempo que serialevado para que retirassem eles da caverna.
Ao receberem a noticia de que o prazo de resgate levaria em torno de dez dias, Whetmore levantou a questão de que se eles comessem carne humana daria para sobreviver os dias que faltavam. Os médicos não responderam o questionamento, foi quando a comunicação caiu e retornou após oito horas, com o mesmo questionamento de Whetmore, mas nenhuma autoridadepresente quis dar o seu parecer sobre o caso.
Foi quando Whetmore tirou de sua mochila um par de dados e propôs que fosse tirada a sorte para verificar qual deles sacrificaria sua vida, após horas de discussões foram definida as regras para tirar a sorte. Um pouco antes de começar os lançamentos dos dados Whetmore quis que fosse interrompido e que eles esperassem por mais uma semana, onde osdemais exploradores disseram que ele estaria quebrando as regras, então começaram os lançamentos, quando chegou à vez de Whetmore ele foi questionado se haveria alguma objeção de que outro explorador jogasse os dados para ele, como ele disse que não havia nenhum questionamento os dados foram lançados sentenciando sua morte.
Ao adentrarem na caverna, descobriram que Whetmore através de um jogo de sortefoi morto para servir de alimento aos demais colegas. Após saírem da caverna, os exploradores foram medicados e passados por tratamentos psicológicos, os exploradores foram indiciados pela morte de seu colega e levados à Suprema Corte de Commonwealth.
Só que o maior problema para os acusados ainda estaria por vir, pois a Constituição / Código Penal (daquela comunidade), afirmava que “qualquer umque, de própria vontade, retira a vida de outrem, deverá ser punido com a morte”. E mesmo reconhecendo que esta pena seria injusta, o presidente / juiz do Tribunal Truepenny afirmou de que deveria valer a máxima de que “lei é lei”, punindo e condenando-os à morte na forca.
Não contentes com a decisão de que os exploradores fossem condenados à morte, foi encaminhada uma petição assinada portodos, ao chefe do Poder Executivo, solicitando que a pena fosse convertida em prisão por seis meses.
Para o ministro Foster, tomando por uma visão jus naturalista, as leis não seriam aplicadas ao caso, pelo fato de os envolvidos estarem em seu “estado natural”, imune às leis do Direito Positivo, ainda tentando defender a sua tese apresentou a vida em sociedade como atributo da lei positiva,...
tracking img