Dificuldade de leitura e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO



Quando uma criança ingressa na escola, sua primeira tarefa explícita é aprender a ler e escrever. Os pais e ela própria, não têm, em geral, razão para duvidar do seu sucesso na aprendizagem. Se for sadia, nessa ocasião, já sabe falar compreende explicações, reconhece objetos e formas desenhadas e é capaz de obedecer a ordens complexas. Não há razão para não aprender aler também.
A aprendizagem se constitui em um processo em que a criança internaliza o novo conhecimento ao que já possui, sendo capaz de utilizá-lo em situações de seu dia-a-dia, promovendo uma mudança de comportamento diante de situações novas que se realiza de acordo com Piaget (1976) através de um movimento constante de assimilação e acomodação.
A dificuldade de aprendizagemsurge quando o sujeito não consegue fazer o equilíbrio resultante desse movimento, ou seja, não consegue colocar em prática o conteúdo da aprendizagem para enfrentar as situações de seu cotidiano.
As primeiras experiências que ela tem com o ensino formal é que vão definir seu sentimento em relação à aprendizagem. É importante o contato com outras pessoas, com os materiais pedagógicos e,principalmente, com a professora, uma vez que a relação professor/aluno pode ser mola propulsora para o seu bom desempenho. Isto porque depois do lar, é neste ambiente que a criança convive a maior parte de seu tempo. A educadora muitas vezes é a primeira pessoa responsável pela escrita e leitura da criança, e é através dela que o aluno se encontra com o sistema educacional, tornando-se satisfeitoou não, fechando-se ou abrindo-se para este.
Foi dado ênfase às habilidades necessárias ao aprendizado da leitura: compreensão e produção de texto, com destaque para leitura silenciosa, instrumento necessário para esse desempenho, que gera as dificuldades de aprendizagem em geral.
A partir da pesquisa de autores selecionados, que trazem o que há de mais atual sobre o assunto,pretendeu-se compreender a aprendizagem através do olhar psicopedagógico e os fatores responsáveis pelas dificuldades que surgem, identificando os distúrbios mais comuns que podem causá-las e as habilidades necessárias para o aprendizado da leitura e da escrita; e para tanto, foram analisadas obras que tratam da construção da linguagem e escrita, os diversos fatores que interferem no desenvolvimentocognitivo do sujeito e as conseqüências na vida escolar e social do aluno.
Nesse sentido a atuação do psicopedagogo consiste em trabalhar as dificuldades diretamente com a criança visando o desenvolvimento das habilidades de concentração, atenção e imaginação, através de atividades lúdicas e pedagógicas para correção das defasagens diagnosticadas após o encaminhamento da escola.Espera-se com esse trabalho contribuir para uma compreensão dos problemas de aprendizagem a fim de fundamentar o trabalho do psicopedagogo em formação e dos profissionais envolvidos no processo de ensino-aprendizagem. Entretanto foi feito uma redefinição do tema dando ênfase ao processo de leitura e as causas das dificuldades enfrentadas pelas crianças com especial atenção à leitura silenciosaindispensável para a compreensão e produção de texto.




















2. O PROCESSO DE APRENDIZAGEM


2.1. Concepção de aprendizagem


O ato ou vontade de aprender é uma característica essencial do psiquismo humano, pois somente este tem caráter intencional, ou a intenção de obter conhecimentos; dinâmico, por estar sempre em mutação e procurar informaçõespara o que deseja saber; criador, por buscar novos métodos para tal, por exemplo, pela tentativa e erro.
Na verdade o ser humano nasce potencialmente inclinado a aprender, necessitando de estímulos externos e internos (motivação, necessidade) para o aprendizado. A motivação tem um papel fundamental nesse processo. Ninguém consegue assimilar o novo se não estiver motivado, se não o desejar....
tracking img