Dificuldade de ingressar em curso superior

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1008 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade do Norte do Paraná – FacNorte

Dalvanir Cruz dos Santos
Denise Franco da Silva
Edilene Soares Dias
Josélia Alves Mesquita
Luana Santos Marinho
Maikon Costa dos Santos

Dificuldades no ingresso do curso superior

Anapu/PA
Fevereiro de 2013

Dalvanir Cruz dos Santos
Denise Franco da Silva
Edilene Soares Dias
Josélia Alves Mesquita
Luana Santos Marinho
Maikon Costa dosSantos

Dificuldades no ingresso do curso superior

Pré-projeto apresentado à disciplina Metodologia Científica, ministrada pelo professor Dailson Demétrio, para obtenção parcial de nota no curso de graduação em Administração, da Faculdade do Norte do Paraná – FacNorte

Anapu/PA
Fevereiro de 2013

1. Problemática
Muitos brasileiros tem um sonho de ingressar em um curso superior comintuito de futuramente melhorar a sua vida financeira, social e profissional. Segundo Sparta e Gomes (2005, p. 51) em sua pesquisa sobre a importância atribuída ao ingresso na educação superior por alunos do ensino médio afirmam que os “resultados encontrados corroboram a ideia de que o ingresso na educação superior tem sido valorizado como alternativa principal de escolha para os jovens que chegamao fim do ensino médio”. Em Anapu cidade situada no estado do Pará, com mais de 20.000 (vinte mil) habitantes tem surgido oportunidades de graduações, atendendo assim o desejo e necessidades de muito moradores na região.
Segundo Lobo et al ( 2007, p 658):
“... entre 2001 e 2005, de acordo com cálculos feitos com base em dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Inep, a taxa anualmédia de evasão no ensino superior brasileiro foi de 22%, com pouca oscilação, mas mostrando tendência de crescimento”.
Sendo que as taxas são maiores nas escolas particulares. Curioso é que os mesmos autores apontam que “a Região Norte do país apresentou menor taxa de evasão anual no período, e as demais regiões mostraram taxas quase iguais às nacionais” (p. 658) e que no estado do Pará tem amaior taxa de alunos nas instituições de ensino superior – IES, sendo este mesmo estado, com a menor taxa de evasão no Brasil.
Levando em consideração o surgimento de cursos de graduação na cidade para atender as necessidades dos munícipes, mas intuindo que os ingressantes trazem uma bagagem escolar pouco elaborada; o acadêmico, ao se deparar com o início do curso encontra algumas dificuldades,assim procuramos saber: quais as dificuldades iniciais dos alunos do curso de administração da Faculdade do Norte do Paraná – FacNorte em 2013? Esta pesquisa abordará principalmente a visão do acadêmico, mas tecendo os olhares dos demais participantes: professores e gestores; pintando assim uma tela que retrata uma perspectiva dada pelos resultados obtidos.
2. Hipóteses
* O tempo dos alunosfora da sala de aula interfere na adaptação ao novo contexto educacional;
* Conciliar o trabalho com o estudo é um desafio para o estudante;
* Existe dificuldade de adaptação ao cronograma, com prazo quinzenal e percurso de várias horas no dia, diferente da formação anterior;
* Dificuldade em honrar as mensalidades do semestre.

3. Justificativa

Frequentemente encontra-se noscursos de graduação, um índice de desistências, que vão desde simples adiamento do semestre até trancamento definitivo do curso e “verifica-se, em todo o mundo, que a taxa de evasão no primeiro ano de curso é duas a três vezes maior do que a dos anos seguintes” (Lobo et al, 2007, p. 643). Entender sobre esta dinâmica de evasão levando em consideração as dificuldades apontadas pelos alunos temrelevância social.

Os dados que inferem o relativo tema poderiam ser retirados no Inep, pois lá a “evasão pode ser medida em uma instituição de ensino superior, em um curso, em uma área de conhecimento, em um período de oferta de cursos e em qualquer outro universo, desde que tenhamos acesso a dados e informações pertinentes” (Lobo et al, 2007, p. 644), mas a perspectivas dos alunos não são bem...
tracking img