Dietas hospitalares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
APOSTILA DIETAS HOSPITALARES



1. Quanto à consistência

Dieta normal (N):

Indicação: para pacientes em condições nor



















mais de alimentação e sem restrição a qualquer alimento.

Características: consistência e resíduos normais, geralmente distribuída em seis refeições/dia.

Dieta branda (Br): Dieta composta por alimentos abrandados por cocçãoe subdivisão, de fácil digestibilidade, menor quantidade de sal e gordura em relação a dieta normal.

Indicação: para pacientes que ainda não toleram dieta normal ou para aqueles que apresentam dificuldades de digestão. O preparo dos alimentos deve torná-los de fácil digestão.

Características: tecido conectivo e celulose abrandados por cocção ou ação mecânica, distribuída em seis refeições.Alimentos proibidos: alimentos gordurosos, frituras, condimentos picantes, enlatados, pães duros ou com sementes, biscoitos amanteigados, verduras e legumes crus, frutas de alto conteúdo fibroso (abacaxi, laranja, mexerica, melancia), casca e bagaço de frutas, podendo ser incluídos os sucos coados destas frutas.



Dieta pastosa (Past): Dieta composta por alimentos modificados por cocçãoe subdivisão até se obter preparações cremosas ou bem macias, de fácil digestibilidade, com maior quantidade de líquido em comparação à dieta branda.

Indicação: pacientes com dificuldades de mastigação e deglutição e evolução de pós-operatório.

Características: preparações cremosas em forma de purês ou bem macios, de fácil digestão, com maior quantidade de líquido em comparação a dietabranda.

Alimentos e preparações indicadas:

Leite, mingau, vitamina, iogurte, canjica, arroz doce, curau.

Sopa, canja, arroz papa, feijão liquidificado, carne desfiada ou moída, purê de legumes, suflê, ovo mexido.

Sucos de frutas e de legumes, água de coco, chá, frutas cozidas ou cruas de consistência macia banana, mamão, etc.) e ainda raspadas ou amassadas ou à francesa (picada).

Pãesmacios (brioche), bolo, cuscuz, sagu, doce em pasta, sorvete, geléias, pudins, gelatina, rosca, geléia de mocotó.



Dieta líquida-pastosa (Liq past): Dieta de transição entre a dieta pastosa e a dieta líquida, com consistência semifluida de fácil digestibilidade e com maior quantidade de líquido em comparação à dieta pastosa.

Indicação: propiciar repouso digestivo, evolução pós-cirúrgicae de fácil digestibilidade.

Consistência: semi-líquida

Alimentos e preparações indicadas:

Chás, sucos, água de coco, vitamina, mingau, iogurte, arroz doce liquidificado, canjica liquidificada.

Caldo de carne, purê de vegetais, sopa, arroz, feijão e carne liquidificados.

Frutas liquidificadas e papas, sorvetes, gelatinas, pudins, cremes, geléia de mocotó, leite, café



2.Dieta líquida completa (Liq): dieta composta por alimentos modificados por cocção e subdivisão, liquidificados ou que tenham a consistência líquida à temperatura corporal.

Indicação: dificuldade de deglutição, impossibilidade de mastigação, evolução pós-cirúrgica e preparo para exames.

Características: constituída de alimentos líquidos

Alimentos permitidos:

Sopa liquidificada,vitamina, mingau, sucos, chás, gelatinas, geléia e mocotó, água de coco, canjica liquidificada, arroz doce liquidificado



Líquida gelada (Líq gelada): dieta líquida composta de alimentos gelados

Indicação: para pós-operatório de cirurgias nasais ou orais, algumas doenças da boca e do esôfago.

Segue as características da líquida, porém com alimentos gelados e sem ácidos



Dieta líquida deprova (Liq prova)

Indicação: pós-operatório imediato e preparo para exames.

Alimentos permitidos: suco de laranja lima coado, água de cocção de legumes coado, gelatina diet, chá e água de coco. Isenta de lactose e sacarose.



Dieta zero

Dieta sem alimentos e sem água.











3. Quanto ao conteúdo de resíduos:




Dieta líquida mínima em resíduos (Líq MR)...
tracking img