Dieta de quiropteros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2392 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DIETA DE MORCEGOS (CHIROPTERA) DA ÁREA URBANA DE QUIRINÓPOLIS, GOIÁS

INTRODUÇÃO
Em diversas comunidades tropicais e subtropicais, os morcegos constituem o grupo de mamíferos mais numerosos, tanto em espécies, quanto em indivíduos (Taddei, 1983). Eles constituem 40–50% aproximadamente da fauna mamíferos, influenciando grandemente a riqueza de espécies e diversidade de mamíferos nestesecossistemas (Fleming, 1988). Esses animais representam um importante papel para reprodução de plantas tropicais, muitas vezes apresentando associações especializadas (Sazima&Sazima, 1978).
O cerrado é o segundo maior bioma brasileiro e sua heterogeneidade espacial, com várias fitofisionomias que vão desde campos abertos até formações florestais, propicia uma grande diversidade de espécies (OLIVEIRA& MARQUIS, 2002; AGUIAR & ZORTÉA, 2006;ZORTÉA & TOMAZ, 2006). Aproximadamente, 194 espécies de mamíferos habitam suas diferentes fisionomias, sendo 42% compostos de espécies de morcegos (MARINHO-FILHO et al, 2002;ZORTÉA & TOMAZ, 2006). Em recente compilação de dados de distribuição de morcegos no cerrado foram relacionadas 105 espécies para o bioma, o que equivale a 80% da faunatotal de morcegos do Brasil (ZORTÉA & TOMAZ, 2006). Sabe-se há mais de uma década que as espécies de morcegos encontradas no cerrado brasileiro pertencem a 42 gêneros de sete famílias neotropicais: Emballonuridae, Noctilionidae, Mormoopidae, hyllostomidae, Furipteridae, Vespertilionidae e Molossidae. A família Phyllostomidae é a mais abundante, com 41 espécies, seguida por Molossidae com 16espécies e Vespertilionidae com 11 espécies (MARINHO-FILHO, 1996).
O município de Quirinópolis(18º26´54 e 50º27´06) localiza-se na região Centro-Oeste do Brasil, Sudoeste do Estado de Goiás, microrregião Quirinópolis, no Bioma Cerrado, caracterizado por verões chuvosos e invernos secos e de clima tropical chuvoso, onde a temperatura média anual é em torno 18 °C. A altidude média é de 541 m. Asfitofisionomias encontradas são divididas em campestres, savânicas e florestais (RIBEIRO & WALTER, 2008).Apesar de sua grande diversidade, este bioma é considerado ameaçado, com estimativas recentes indicando que há apenas 20% da cobertura original, sendo que os habitats da diversidade de espécies estão sendo rapidamente destruídos para uso econômico (AGUIAR, 2007), como é o caso da monocultura dacana-de-açúcar.
Quirinópolis possui aproximadamente 36 praças e dois parques e conta com um sistema de arborização que utiliza diferentes espécies vegetais, fazendo com que haja áreas de vegetação variada distribuídas pela cidade. Isso permite que animais silvestres, como os quirópteros, encontrem na cidade um ambiente adequado à sobrevivência. Porém, estudos sobre a fauna do município sãoescassos e apenas um estudo preliminar sobre sua quiropterofauna foi publicado até o momento, com apenas dez espécies registradas (TEIXEIRA, et al., 2010).
No Brasil pode-se afirmar que poucas espécies de morcegos se adaptam a ambientes antropizados, áreas urbanas ou limítrofes. Algumas espécies beneficiam-se das atividades humanas, enquanto que a maioria é dependente, em maior ou menor grau, de áreasflorestais para conseguir alimento e/ou abrigo (PEDRO & DE MARCO JUNIOR, 2006; CARVALHO, 2008). A família Molossidae, por exemplo, compõe a segunda família mais rica em espécies de morcegos encontradas no Brasil, porém com implicações ecológicas, sociais, econômicas e sanitárias, pois exploram refúgios em habitações humanas ou em proximidades destas (Gregorin& Taddei, 2002).
Em razão dafreqüente observação de morcegos forrageando no perímetro urbano juntamente com a inexistência de dados sobre quais espécies estão presentes neste ambiente e a escassez de informações sobre a diversidade de espécies encontradas no município e na microrregião Quirinópolis, bem como a importância dos morcegos na manutenção dos ecossistemas do Cerrado, estudos que venham a contribuir para o...
tracking img