Desigualdade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1453 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTRATIFICAÇÃO SOCIAL
A estratificação social é a separação da sociedade em grupos de indivíduos que apresentam características parecidas, como por exemplo: negros, brancos, católicos, protestantes, homem, mulher, pobres, ricos, etc. A estratificação é fruto das desigualdades sociais, ou seja, existe estratificação porque existem desigualdades. Podemos perceber a desigualdade em diversas áreas:* Oportunidade de trabalho
* Cultura / lazer
* Acesso aos meios de informação
* Acesso à educação
* Gênero (homem / mulher)
* Raça
* Religião
* Economia (rico / pobre)
A estratificação social esteve presente em todas as épocas: desde os primeiros grupos de indivíduos (homens das cavernas) até nossos tempos. Ela apenas mudou de forma, de intensidade, decausas. A revolução industrial e a transformação dos sistemas econômicos contribuíram para que as questões sobre a desigualdade social fossem mais bem visualizadas, discutidas e percebidas, principalmente depois do advento do capitalismo, tornando-as mais evidentes. Umas das características fundamentais que distingue nossa sociedade das antigas é a possibilidade de mobilidade social.Diferentemente da sociedade medieval na qual quem nascesse servo, morreria servo, e na qual não era possível lutar por direitos e por uma oportunidade de mudar de classe. Na sociedade ocidental contemporânea, por exemplo, isto já é possível, e a mobilidade social se dá especialmente como conseqüência dos investimentos em educação, dos investimentos de formação ecapacitação para o trabalho, que podem vir tanto do Estado quanto da própria iniciativa social. Em muitas ocasiões, a mobilidade social pode ser reivindicada por meio de movimentos sociais que, em sua maioria, reivindicam legitimidade diante da posição marginal de poder em que se encontram na sociedade. Só existe estratificação social por que ainda existe desigualdade entre o homem, gerando assim aexclusão do indivíduo da sociedade de modo geral. Com a exclusão desse indivíduo forma-se mais um ser humano sem forças para lutar pelos seus direitos, desde muitos anos amparados pela lei universal dos direitos humanos.
A estratificação social pode ser feita através de:

I. Castas: Um sistema de castas compõe-se de um número muito grande de grupos hereditários, os papeis das pessoas é determinadopor sua ascendência, esse é um modelo de estratificação que não apresenta nenhuma possibilidade de mudança de posição social, por isso é chamado de fechado, a pessoa que pertence a uma casta só pode casar-se com um membro da mesma casta. Ex. A Índia a casta tinha caráter religioso.
II. Estamentos: Constitui uma forma de estratificação social com camadas sociais mais fechadas do que as classes emais abertas do que o casto pó isso se diz que semi-aberto, são reconhecidos por lei e geralmente ligados ao conceito de honra, o prestigio é o que determina a posição da pessoa na sociedade. Ex.: Sociedade pré-capitalista.

III. Classes: Constitui uma forma de estratificação social onde a diferenciação dos individuo é feito de acordo com o poder aquisitivo, não há desigualdade de Direito, pois,a lei prevê que todos são iguais, independente de sua condição de nascimento, mas há uma desigualdade de fato, como é facilmente percebível por todos. Ex.: Sociedades Capitalistas.

DESIGUALDADE SOCIAL

A desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente sendo que a maior parte fica nas mãos de poucos. No Brasil a desigualdade social é uma das maioresdo mundo. Por esses acontecimentos existem jovens vulneráveis hoje principalmente na classe de baixa renda, pois a exclusão social os torna cada vez mais supérfluos e incapazes de ter uma vida digna. Muitos jovens de baixa renda crescem sem ter estrutura na família devido a uma série de conseqüências causadas pela falta de dinheiro sendo: briga entre pais, discussões diárias, falta de estudo,...
tracking img