Desafios atuais do sus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4598 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEMA: Desafios Atuais do Sistema Único de Saúde – SUS e as Exigências para os Assistentes Sociais

Vera Maria Ribeiro Nogueira
Regina Célia Tamaso Moto















Brasília-DF, 2012
SUMÁRIO


1. Resumo...................................................................................................1
2.Introdução...............................................................................................2
3. Desenvolvimento....................................................................................3
3.1 O SUS e o projeto ético-político profissional – Convergências e Concretizações........................................................................................3
3.2 A concepção ampliada de saúde e a ação profissional do assistentesocial........................................................................................................5
3.3 SUS – Os caminhos percorridos e os desafios atuais.............................7
4. Conclusão................................................................................................9
5.Referências............................................................................................10

















Resumo

A partir da abordagem do texto de Vera Maria Ribeiro Nogueira e Regina Célia Tamaso Moto, falaremos sobre o SUS no Brasil, os desafios que ele percorre atualmente e as exigências diante da ação profissional dos Assistentes Sociais, no âmbito da saúde pública e abordando as dimensões ético-políticas da profissão.Introdução
As políticas públicas na área da saúde obteve uma evolução perceptível e muito importante no decorrer de contextos históricos, passando por várias mudanças ao que podemos analisar hoje. No final da década de 70 houve mobilizações e movimentos a fim de democratizar a saúde e implantar o projeto da Reforma Sanitária brasileira. Neste contexto,buscavam-se novos rumos à política de saúde. Antes se via apenas situações estáticas, onde sua finalidade eram trabalhos em busca de curas (de doenças). Passaram então a almejar políticas mais dinâmicas, conceitos mais amplos de saúde, visando como princípios a universalidade, a integralidade e a equidade. Conquistando assim novas políticas ao SUS, na Constituição de 88, instituído na Lei nº8.080/90.
Em seu processo de implementação, o SUS tem mostrado certa dificuldade em duas situações. Uma referente a suas políticas públicas, aqueles princípios destacado anteriormente, e no outro caso em construir modelos assistenciais. Esse impasse traz uma discussão dentro do Serviço Social em seu eixo ético-político e sua prática profissional.
A inserção do Serviço Social no campo da saúdeestá presente desde a década de 1940, mas com características diferentes ao da contemporaneidade. No início seu papel era vigilante, com visitas domiciliares trazendo proteção aos operantes e familiares, com intuitos de garantir a produtividade. Nos tempos contemporâneos seu papel mudou e avançou assim como as políticas da saúde pública, sendo o assistente social reconhecido com um profissional dasaúde, apresentando um estatuto diferenciado nesse âmbito profissional. Esse novo modelo de aptidão do assistente social vem decorrente da própria reorganização da saúde, relacionada com a concepção ampliada de saúde e suas novas cautelas.
Há busca na atualização e capacitação das práticas em saúde. Preocupa-se com a especificidade do Serviço Social, devido a importância da temática social e dotrabalho com o social. Mas paradoxalmente, como é abordado no texto, é analisada uma desqualificação em aspectos sociais, com escassa preocupação a uma ação técnica mais competente. Sendo assim serão abordados alguns temas relacionados entre si. Uma análise do SUS no Brasil, seus princípios éticos-políticos, o novo modelo de atenção que a área da saúde passa a ter e os desafios atuais em...
tracking img