Desafio de economia(custo de oprtunidade)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2296 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DESAFIO

DE

ECONOMIA

Etapa 1- Economia

Custo de Oportunidade:

Exemplos:
1º - Um exemplo clássico da literatura econômica: imagine uma fábrica de cadeiras que produzia 10 cadeiras por mês num mercado que absorvia totalmente esta produção. Diante de uma oportunidade de negócios, esta fábrica resolveu iniciar uma produção de um novo produto: mesas. Porém, ao alocar recursos paratal, descobriu que terá de deixar de produzir 2 cadeiras para alimentar a demanda de 2 mesas. O custo de oportunidade está no valor perdido da venda das 2 cadeiras que deixaram de ser fabricadas.

2° - Se uma cidade decide construir um hospital num terreno vazio de propriedade estatal ou pública, o custo de oportunidade é representado pela renúncia a erguer outras construções naquele terreno ecom o capital investido. Rejeita-se por exemplo a possibilidade de construir um centro desportivo, ou um estacionamento, ou ainda a venda do terreno para amortizar parte das dívidas da cidade, e assim por diante.

Curva de Possibilidade de Produção:

Exemplo:
Para fins de simplificação, imagine a decisão sobre uma escolha e suas possíveis soluções num empreendimento de plantio:
Um sítio comum tamanho fixo, uma base de instalações, insumos agrícolas e um número fixo de trabalhadores.
Como a análise concomitante de tais problemas é bastante complicada, vamos supor que, nesse sítio, os ruralistas estão concentrados em produzir dois tipos de bens: Feijao Guandú e Milho.
Se o ruralista utilizar toda a terra para cultivar milho, não haverá área disponível para o plantio de Guandú. Poroutro lado, se ele quiser se dedicar somente à cultura de Guandú, utilizando-se de todo o sítio para este fim, não poderá plantar milho.
Existirão, é claro, alternativas intermediárias, como a utilização de parte das terras para o plantio de Guandú, ficando a fração restante para a cultura de milho. As várias possibilidades de produção podem ser ilustradas através de um exemplo numérico.Produto elástico.

Um produto tem elasticidade quando seu consumo varia em função de outros parâmetros da economia.
Com as recentes altas nos preços da carne bovina, o frango ganha mais espaço no mercado. Segundo Alex Santos Lopes da Silva, analista da Scot Consultoria, a sinalização de recuperação da avicultura ocorreu na primeira semana de agosto, quando as cotações da carne  de frango abatidoavançaram 11%, depois de um recuo de 13% registrado na segunda quinzena de julho. De lá para cá, de acordo com o analista, o valor do quilo do frango passou de R$ 2,25 para R$ 2,50.

Exemplo: Carne de segunda (acem, por exemplo), tem elasticidade negativa em relação a renda, ou seja, se a população fica mais rica, a tendência é deixar de comer carne de segunda para comer filé.

Produtoinelástico:Quando o consumo não varia em função de outros parâmetros da economia.

Exemplo: sal de cozinha, por exemplo. Precisa por sal na comida, e não é porque é pobre que deixa de temperar, e não é porque é rico que salga demais.
Normalmente a elasticidade em relação à renda faz a economia como um todo crescer ou diminuir, e a elasticidade preço faz um produto competir com o outro.

Etapa 2 -Economia
Relatório sobre Microeconomia: formação de preços 

Conceito: 
Microeconomia é o ramo da ciência econômica voltado ao estudo do comportamento das unidades de consumo (indivíduos e famílias); ao estudo das empresas e ao estudo da produção de preços dos diversos bens, serviços e fatores produtivos. A microeconomia ou teoria dos preços analisa a formação de preços no mercado, isto é, como aempresa e o consumidor se interagem e decidem o preço e a quantidade de um produto ou serviço. Estuda o funcionamento da oferta e da demanda (procura) na formação do preço.

Casos reais sobre Maximização dos Lucros:

Um dos exemplos é a, Petrobras a segunda maior empresa de petróleo das Américas em valor de mercado, atrás apenas da norte-americana Exxon Mobil. A estatal brasileira vale US$...
tracking img